Vídeos: O Projecto De Adopção Na Assembleia Da República Hoje

Esta tarde foram discutidas na Assembleia da República as propostas dos partidos Bloco de Esquerda, PS, PCP e Os Verdes sobre o acesso à adopção plena por casais do mesmo sexo. Poderão ler um resumo desta sessão no Dezanove.

Aconselho também a leitura integral do artigo, escrito pelo André Nóbrega [nosso colega de discussões] n’O Irrevogável, onde é explicado, sem meias palavras, por que são inqualificáveis as intervenções de Teresa Anjinho, pelo CDS, e de Luís Montenegro, pelo PSD. A primeira, podemos ler no artigo, para além da manobra habitual de acusar os proponentes de estarem preocupados com os direitos dos homossexuais e não com as crianças, ainda atira para o ar uma suposta enorme controvérsia neste tema que deve impedir a aprovação desta proposta.

Ora, como já aqui explicámos, não há qualquer controvérsia científica quanto ao assunto e a única intenção daquelas palavras é criar ruído a uma discussão que se deseja tão clara como os vários estudos que têm sido lançados nas últimas décadas sobre a questão da adopção.

Como conclui o André, é a nossa lei que está errada, porque não há qualquer sustentação para eliminar casais homossexuais a priori do processo de adopção. É a nossa lei que está contra o superior interesse da criança, ao impedir potenciais adopções. (link)

A votação será na tarde de Quinta-Feira e aqui ficam os seus discursos:

  • Bloco De Esquerda

  • Partido Socialista

  • Partido Comunista Português

Nota: Não encontrei os vídeos dos discursos do PSD, CDS e Os Verdes, actualizarei o tópico quando os encontrar. Até lá, poderão ver a peça da SIC Notícias aqui com um apanhado de todos os discursos (obrigado, Filipe!).

Por Pedro Carreira

Ativista pelos Direitos Humanos na ILGA Portugal e na esQrever. Opinião expressa a título individual. Instagram/Twitter/TikTok: @pedrojdoc

6 comentários

  1. Tanto as intervenções do PSD como do CDS foram despropositadas e mesquinhas, ainda para mais sendo estes os partidos legitimados pelo povo português para garantir o seu bem-estar e bom governo. Fiquei especialmente desiludido com a intervenção de Luís Montenegro, que não foi de encontro ao sentimento de um largo setor do PSD, no qual me incluo.

    1. Pedro Carreira – Portugal – Ativista pelos Direitos Humanos na ILGA Portugal e na esQrever. Opinião expressa a título individual. Instagram/Twitter/TikTok: @pedrojdoc
      Escrever Gay diz:

      Foi realmente triste ver aqueles discursos dos partidos da maioria, lançando ruído sobre a discussão e fugindo ao debate. Foi uma falta de respeito para com a discussão democrática. Enfim, amanhã será a votação, não tenho grandes esperanças mas pode ser que haja alguma surpresa 🙂

      1. Eu não tenho tanta fé, mas o progresso algum dia virá! Quem legitima o casamento homossexual e depois se recusa a reconhecer a família homoafetiva, ou é mentalmente desprovido, ou está a fazer jogos políticos. Eu quero acreditar, sinceramente, que o caso é o primeiro, que assim ainda se pode alegar insanidade e correr com eles! 😛

      2. Pedro Carreira – Portugal – Ativista pelos Direitos Humanos na ILGA Portugal e na esQrever. Opinião expressa a título individual. Instagram/Twitter/TikTok: @pedrojdoc
        Escrever Gay diz:

        Certo, será precisa uma epifania na cabeça daqueles deputados que se recusam a tornar a sociedade, famílias incluídas, mais protegida e livre. Que venha ela o quanto antes! hehe

Deixa uma resposta Cancel reply

Exit mobile version
%%footer%%