Brigitte Trogneux, Barbies E Menopausas

Um humorista chamou, num programa de rádio francês, Brigitte Trogneux, casada com o candidato às presidenciais francesas Emmanuel Macron, de “Barbie na menopausa“. A piada, que não é aqui o problema central, baseia-se naquilo que ‘imprensa especializada’ considera a boa aparência de Brigitte e, claro está, na sua idade, 64 anos.

O que importa aqui é que um jornal português, o Observador, decidiu incluir esta expressão no título de uma reportagem sobre Brigitte, a reboque de uma legitimação por esta ter sido igualmente usada por outros meios de comunicação respeitáveis. Acontece que, nesses casos, os jornais não isolaram a expressão no título, desvirtuando assim o contexto em que foi proferida. A deliberada decisão do jornal online – não assinada, atente-se – é assim uma opção estilística claramente machista em que é, logo no título, atacada a mulher que tratam na reportagem sobre a possível futura primeira-dama francesa.

Este não é, porém, um caso atípico, basta olhar para o outro lado do Atlântico em que o casal Melania e Donald – curiosamente, com uma diferença de idade semelhante à do casal francês – é alvo de reportagens sobre os anéis e os vestidos e os sapatos de Melania. Sempre a ‘imprensa especializada’ em cima do acontecimento, portanto. Poder-se-á dizer que foi precisamente a sua área profissional, mas fosse outra faria alguma diferença? Custa-me a acreditar que o fizesse quando até Merkel, a mulher mais poderosa do mundo, é alvo desse tratamento. Questiono-me então para quando a manchete “Trump, o duende com andropausa?” Assim, só para manter a coerência…

Fonte: Imagem.

Por Pedro Carreira

Ativista pelos Direitos Humanos na ILGA Portugal e na esQrever. Opinião expressa a título individual. Instagram/Twitter/TikTok: @pedrojdoc

1 comentário

  1. aquaze – Alguns livros ficcionais publicados, o último dos quais, "Reencontro", em 2009. A viver em Lisboa e escrevendo ora centradamente ora dispersamente.
    aquaze diz:

    A piada em si define quem a disse não como humorista, mas como grunho, tendência tristonha.

Deixa uma resposta Cancel reply

Exit mobile version
%%footer%%