Dia da Solidariedade Intersexo: desmascarar 10 mitos

Neste Dia da Solidariedade Intersexo é essencial reconhecer que as identidades interseccionais são importantes para quem somos como pessoas. Não podemos deixar para trás partes de nós. Para garantir que mais pessoas entendam melhor o que significa ser intersexo, precisamos encontrar uma linguagem compreensível e, às vezes, isso significa desaprender os conceitos errados que nos foram expostos ao longo dos anos.

As identidades intersexuais são muitas vezes incompreendidas e sub-representadas; ser-se intersexo refere-se a pessoas que têm uma ou mais variações nas suas características sexuais que não encaixam nas concepções tradicionais daquilo que são corpos masculinos ou femininos. É no sentido de esclarecer sobre algumas dúvidas ou questões que @ ativista Jonathan Leggette colecionou dez pontos com os quais pretende desmascarar mitos sobre as pessoas intersexo, vejamos:

  1. Nem todas as pessoas intersexuais se identificam como parte da comunidade LGBTI. No entanto, quem se identifica como tal precisa que a nossa comunidade entenda as suas necessidades e haja uma efetiva aceitação.
  2. Pessoas intersexuais e pessoas transgénero são identidades distintas. Algumas pessoas intersexuais também podem ser trans, mas nem todas as pessoas intersexuais são trans. Pessoas intersexuais e trans podem ter experiências semelhantes, mas existem diferenças.
  3. As pessoa intersexo não se definem apenas pela sua genitália. As características intersexuais podem envolver órgãos genitais, cromossomas, hormonas ou outras características sexuais secundárias.
  4. As pessoas intersexuais são tão comuns quanto as ruivas naturais do mundo. As pessoas intersexo representam aproximadamente 1,7% da população mundial.
  5. Não há como sabermos se alguém é intersexo apenas ao olharmos para essas pessoas. Não é uma adivinha!
  6. Ao contrário das representações convencionais de indivíduos intersexuais, nem todas as pessoas intersexuais são brancas e efeminadas. As pessoas intersexo existem em todo o mundo, de todas as raças e estilos de vida.
  7. Não existe uma experiência única de intersexo. Existem mais de 35 variações intersexuais, o que significa que não existe uma identidade monolítica intersexo e, mesmo enfrentando muitos dos mesmos desafios de uma comunidade, nem toda a pessoa intersexual tem exatamente a mesma experiência.
  8. As pessoas intersexuais não têm todas os mesmos corpos. Quando celebramos o corpo, muitas vezes esquecemo-nos de falar sobre a diversidade de corpos, especialmente corpos intersexuais. Precisamos de celebrá-los de igual forma!
  9. Não nos referimos às pessoas intersexuais como “hermafroditas”. Este rótulo é um termo desatualizado, ofensivo e usado para patologizar os seus corpos e apenas aumenta a confusão sobre a realidade de ser uma pessoa intersexo.
  10. Não precisamos conhecer pessoalmente uma pessoa intersexo para sermos uma boa aliada na luta contra a limpeza e a mutilação genital intersexo.

A processar… ⏱
Sucesso! 🌈
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s