A bravura inabalável de Tig Notaro

Fazer comédia é provavelmente a arte mais subjetiva e talvez ingrata de todas. É talvez por isso que, quando funciona, é como apanhar um relâmpago numa garrafa, um evento tão pouco provável que se assemelha a magia negra. E, no caso de Tig Notaro, isso não podia ser mais verdade. A comediante, orgulhosamente lésbica, começou a carreira em 2001, mas tornou-se mundialmente conhecida da noite para o dia, literalmente, quando um dos seus espetáculos de stand-up num clube de comédia em Los Angeles se tornou viral. 

Isto aconteceu em 2012, quando Tig foi diagnosticada com cancro da mama e decidiu levar em frente o seu set de comédia. Mas o que o tornou revolucionário foi o facto de Tig ter transformado as piores notícias que alguém pode receber em comédia. Tragédia reconvertida numa espécie de celebração universal. Tudo isto se torna mais especial quando compreendemos o tipo de comédia que Tig faz, totalmente desprovida de histrionismos e picos, o pináculo máximo do estilo “deadpan“, seco e sem qualquer demonstração de emoções. 

A comediante, de 48 anos, aborda este período da sua vida no documentário da Netflix simplesmente intitulado Tig, no qual descobrimos que o diagnóstico de cancro da mama, que levou a uma dupla mastectomia, foi “apenas” a terceira tragédia consecutiva de Tig no espaço de poucas semanas. Depois de a mãe ter falecido, em consequência de um acidente em casa, a própria Tig tinha sido hospitalizada, pouco tempo antes, devido a uma infeção com Clostridium difficile potencialmente mortal. 

Tudo isto foi também inspiração para a simultaneamente ficcional e autobiográfica One Mississippi ,da Amazon, uma série sem género definido muito inspirada no estilo de Louie, de Louis CK, produtor-executivo da série e um dos maiores impulsionadores da carreira de Tig. A série, apesar de não ter nenhuma influência criativa do comediante, acabou por ser cancelada depois do escândalo com CK e de Tig se ter distanciado e tê-lo condenado pelos atos de assédio. A comediante foi uma das poucas pessoas do mundo da comédia a fazê-lo, contra os seus próprios interesses profissionais.

Tig está casada desde 2015 com Stephanie Allynne, atriz que interpreta o  interesse amoroso da personagem de Tig em One Mississippi, com que tem duas crianças. Pessoalmente é, hoje em dia, a minha comediante favorita, que, tal como Hannah Gadsby e outras e outros comediantes, veste a sua sexualidade em tudo o que faz, sem qualquer justificação necessária. É o exemplo de que a questão identitária informa todos os passos que damos e tudo o que fazemos e isso, infelizmente, não vai mudar tão depressa. Felizmente, para todas e todos nós, podemos rever-nos em alguém como Tig Notaro e inspirar-nos na sua perseverança e coragem para trilharmos os nossos próprios caminhos e singrar, depois de tudo o que conhecíamos ser violentamente derrubado.

Ouçam os álbuns de stand-up de Tig no Spotify  — incluindo o famoso Live de 2012; vejam Tig e Happy to Be Herena NetflixOne Mississippi, na Amazon e Under a Rock, o talk-show de Tig, no YouTube, no qual a comediante entrevista pessoas célebres que ela desconhece por completo. 

Nota: Texto revisto pela Ana Teresa.

Tina Notaro foi um dos temas discutidos no Podcast Dar Voz A esQrever, oiçam!

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:

👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 SoundCloud 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Se não estivermos ainda disponíveis na vossa app favorita, podem subscrever via 👉 RSS.


A processar… ⏱
Sucesso! 🌈

3 comments

Deixe uma Resposta para adcarrega Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s