Transfobia nunca será super

Fui chamado à atenção pelo Diogo Pereira [ver abaixo] pelo surgimento de um movimento online que se apelida “Super Straight” (ou ‘Super Hétero’). O nome, desde logo, disparou sirenes de aviso. Super Hétero? Quão mais hétero precisa alguém ser quando inserido na população maioritária? Quão frágil é a sua heterossexualidade que precisa ser super?

Nos últimos dias, um grupo de pessoas tem-se referido abertamente a si mesmo como “super heterossexual”, viralizando a expressão em várias redes sociais como o Tik Tok e contando com o apoio de fóruns “ninhos de ódio” como o #4chan. O termo refere-se a uma preferência cuja pessoa mostra atração exclusiva pelo género oposto, com exclusão das pessoas trans. Repito, com exclusão das pessoas trans. Este parece ser, aliás, o ponto de todo este grupo cujos membros afirmam viver uma nova orientação sexual. Ou seja, sentem-se atraídos unicamente por mulheres cisgénero e, ao mesmo tempo, invalidam as mulheres trans. E isso é problemático.

Problemático que é como quem diz transfóbico, porque é a afirmação de uma pseudo-orientação sexual que descarta, minora e ataca a população trans, uma população que já é amplamente descartada, minorada e atacada. Tal como o falhado pseudo orgulho hétero, não há aqui qualquer orgulho. Há apenas a tentativa de inverter uma narrativa em que é a população cis e hétero a que é perseguida e discriminada no mundo, quando sabemos muito bem que é precisamente o contrário que acontece.

Os movimentos transfóbicos estiveram em discussão no Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈

E é por isso que esta tentativa de reescrever a história não pega e é perigosa. Porque o ódio tem consequências reais e, em último caso, mata. Importa, pois, percebermos a diferença entre escolha e orientação. Importa percebermos o que nos leva a sentir atração por alguém e desconstruir quaisquer preconceitos que nos condicionem. Importa ainda percebermos a necessidade de afirmarmos algo em detrimento de um grupo já de si marginalizado. Porque, no fim de contas, importa percebermos as consequências desses atos e o alvo dos mesmos.

Neste caso e noutros similares que de tempos a tempos surgem, não nos enganemos, o seu alvo são as pessoas LGBTI no geral e, neste caso em particular, as pessoas trans. Quando o alvo é tão claro, não há forma de esconder tão clara transfobia. E não há nada, absolutamente nada, de super nisso.


Ep.143 – Ding Dong: Gais en Barcelona, Trixie & Katya e Dia da Memória Trans Dar Voz a esQrever: Notícias, Cultura e Opinião LGBTI 🎙🏳️‍🌈

O centésimo QUADRAGÉSIMO TERCEIRO episódio do Podcast Dar Voz A esQrever 🎙️🏳️‍🌈 é apresentado por nós, Pedro Carreira e Nuno Gonçalves. O Nuno tinha acabado de chegar de Barcelona e incorreu em todo um ensaio filosófico sobre as diferenças entre as Gais de Barcelona e as de Lisboa e a homofobia internalizada que ainda vivemos no nosso país, Grindr incluído. Falou também do drag espanhol antes de se babar com o espectáculo ao vivo Trixie & Katya Live, as drag queens que considera suas mães. Mas também falámos de assuntos sérios como o Dia Da Memória Trans e o Pedro ainda conseguiu Dar Voz A… Dead To Me. Artigos mencionados no episódio: Dia da Memória Trans: 327 mortes no último ano em todo o mundo, mas a maioria não é relatada Música por Katya Zamolodchikova, Jingle por Hélder Baptista 🎧 Este Podcast faz parte do movimento #LGBTPodcasters 🏳️‍🌈 Para participarem e enviar perguntas que queiram ver respondidas no podcast contactem-nos via Twitter e Instagram (@esqrever) e para o e-mail geral@esqrever.com. E nudes já agora, prometemos responder a essas com prioridade máxima. Podem deixar-nos mensagens de voz utilizando o seguinte link, aproveitem para nos fazer questões, contar-nos experiências e histórias de embalar: https://anchor.fm/esqrever/message 🗣 – Até já unicórnios 🦄
  1. Ep.143 – Ding Dong: Gais en Barcelona, Trixie & Katya e Dia da Memória Trans
  2. Ep.142 – ESPECIAL AO VIVO PODES: Economia Gay, Qatar e a importância dos Podcasts nas comunidades minoritárias
  3. Ep.141 – Milk Milk Lemonade: Twitter de Elon Musk, Daniel Radcliffe vs J.K. Rowling e Queer Porto 8

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Por Pedro Carreira

Ativista pelos Direitos Humanos na ILGA Portugal e na esQrever. Opinião expressa a título individual. Instagram/Twitter/TikTok/Mastodon: @pedrojdoc

Exit mobile version
%%footer%%