Tomás de Castro Neves, o artista que desenha o corpo: “Estou sempre à procura de novas formas de explorar a minha estética”

Tomás de Castro Neves, o artista que desenha o corpo: “Estou sempre à procura de novas formas de explorar a minha estética”

Tomás de Castro Neves é um artista nascido em 1995, em Lisboa, que rumou a Norte para ingressar no curso de Arquitetura na Universidade do Porto. Terminado o ciclo de estudos, regressou à capital já integrado num atelier onde continua a exercer a atividade. Em paralelo, começou a dedicar mais tempo e investimento à Arte.

Depois de anos a preencher cadernos com desenhos centrados na figura humana, nos mais diversos contextos, o traço de Tomás chega às redes sociais, através do Instagram. Decidido a apostar na ilustração, passa a publicar desenhos digitais com grande regularidade. Em finais de 2020 regressa aos meios manuais. Papel, tela, carvão, acrílico, pastel são alguns dos materiais com os quais volta a criar.

O foco nunca deixa de ser o corpo, maioritariamente masculino, numa abordagem que questiona as emoções e o afasta da conotação sexual.

Ao longo deste percurso foi convidado a participar em publicações como a Egoísta, CRISTINA, DSECTION ou Revista Gerador.

A estreia numa exposição

Em 2021 apresentou-se pela primeira vez numa exposição individual, na galeria Apaixonarte, em Lisboa. Sobre “Um Pé Tropeça no Outro”, descreve: “O homem, a nudez e o azul constituem a linguagem que desenha um corpo em contracena com outro, podendo ser o mesmo. A dicotomia entre a ação relativamente ao próximo e ao próprio é vasta o suficiente para ser representada. São registos que referenciam o coletivo desde uma formalização primitiva, que vai sendo progressivamente mais definida e contemporânea.”

Com o Instagram como montra, é frequentemente convidado para parcerias e projetos. O último dos quais foi a ilustração do livro “Todos os Dias São Bons para Falar de Amor”, com o selo da Editorial Planeta.

Sobre a sua presença nas redes sociais, referiu, em entrevista à revista CRISTINA: “A maior parte da minha página centra-se no trabalho que produzo digitalmente. Depois, tento intercalar isso com a parte física do meu trabalho: impressões dos desenhos e trabalhos manuais. Ao mesmo tempo, procuro partilhar os meus desenhos em contextos reais, a ocuparem espaços e paredes, e a terem essa vida”.

Hoje em dia, os seus trabalhos estão espalhados por diferentes países. EUA, França, Reino Unido, Canadá ou Espanha são alguns dos países de onde já recebeu encomendas.

Poderão seguir a obra de Tomás de Castro Neves no seu Instagram @tomascastroneves


O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Deixa uma resposta Cancel reply

Exit mobile version
%%footer%%