A lenda lésbica do ténis Billie Jean King recebeu condecoração da Legião de Honra de França

A lenda lésbica do ténis Billie Jean King recebeu condecoração da Legião de Honra de França

A lenda do ténis e ativista pelos direitos LGBTI Billie Jean King recebeu a mais alta honra civil de França, a Legião de Honra, esta sexta-feira.

King, que está atualmente a participar como espectadora do Roland Garros em Paris, recebeu o prémio em reconhecimento das suas contribuições para o desporto feminino, a igualdade de género e os direitos das pessoas LGBTI+ no desporto. Ela fez parte de uma breve cerimónia no Palácio Eliseu presidencial, onde o presidente francês Emmanuel Macron estava presente.

Billie Jean King participou igualmente numa cerimónia no Open Francês que comemorou o seu 50º aniversário da conquista do título do torneio de 1972.

Em 1971, King arriscou sua carreira para iniciar a Virginia Slims Tour para jogadoras profissionais. Isso levou à criação da atual Associação de Ténis Feminino em 1973 como órgão organizador do ténis profissional feminino.

A 1 de maio de 1981, Billie Jean King tornou-se na primeira atleta profissional de destaque a assumir publicamente a sua homossexualidade, após um braço de ferro entre o seu então marido, a sua namorada e que envolveu igualmente uma interrupção voluntária da gravidez num ambiente de escândalo na altura.

King continuou desde então a ser uma campeã entre as mulheres, nomeadamente das mulheres trans, tendo mostrado o seu apoio a que atletas trans compitam com atletas do seu género.

Não há lugar no desporto para discriminação de qualquer tipo. Tenho orgulho de apoiar atletas trans que simplesmente querem o acesso e a oportunidade de competir no desporto que amam”, escreveu King. “A comunidade atlética sai fortalecida quando recebe e defende atletas – incluindo atletas LGBTQI+.”

Deixa uma resposta Cancel reply

Exit mobile version
%%footer%%