Adele prestou homenagem à comunidade LGBTI+ com uma poderosa mensagem de Orgulho no concerto em Hyde Park

Adele prestou homenagem à comunidade LGBTI+ com uma poderosa mensagem no concerto em Hyde Park
Adele vestiu uma bandeira do Orgulho LGBTI no seu concerto em Hyde Park no dia 2 de julho.

Naquele que foi o seu último espectáculo numa série de concertos em Hyde Park, Londres, Adele homenageou a comunidade LGBTI+ ao pegar numa bandeira do Orgulho.

“Feliz Orgulho! Hoje usei assim o meu cabelo para tentar ser um pouco draggy”, disse Adele à multidão.

Dirigiu-se depois a dois espectadores chamados Jack e Dean, onde revelou que um membro de sua equipa lhes pediu a bandeira do Orgulho em troca de bebidas quando chegaram ao local. Adele revelou também que os emocionados Jack e Dean ganharam assim lugares na primeira fila.

Adele cantou assim “When We Were Young” enquanto se envolvia na bandeira, um momento que foi celebrado entre fãs.

Num outro ponto do concerto, Adele enviou uma poderosa mensagem de esperança para uma jovem fã que segurava um cartaz onde se lia que Adele é a razão pela qual ela estava viva. “Não é verdade, tu és a razão pela qual estás viva, estou tão feliz que tenhas encontrado conforto na minha música”, disse a cantora.

O concerto de Adele aconteceu no mesmo dia do Pride in London, que atraiu mais de um milhão de pessoas para as suas festividades de 2022.

Em fevereiro passado, a cantora apareceu na discoteca Heaven de Londres, onde dançou no palco, fez pole-dancing e ainda foi juíza num concurso de striptease.

Em 2016, Adele chamou as atenções, nem todas positivas, por levar descomplexadamente o seu filho vestido de princesa à Disneyland. Angelo, o seu filho, usou alegremente um vestido de Anna, princesa de Arendelle e personagem do popular filme de animação Frozen.

Deixa uma resposta Cancel reply

Exit mobile version
%%footer%%