Bella Ramsey, estrela de The Last of Us, diz que o seu género “sempre foi muito fluído”

Bella Ramsey, estrela de The Last of Us, diz que o seu género "sempre foi muito fluído"
Bella Ramsey para o NYT

Bella Ramsey, que ficou mundialmente conhecida pela sua participação em Game of Thrones, falou sobre a sua identidade de género.

Ao promover o lançamento da aguardada adaptação da HBO do popular jogo The Last of Us, Ramsey revelou que o seu género “sempre foi muito fluido”.

Se alguém me chamasse de ‘ela’ ou ‘dela’ eu não pensaria nisso, mas sabia que se alguém me chamasse de ‘ele’, seria um pouco emocionante“, disse. Ramsey explicou que se identifica como pessoa “não binária” em formulários quando lhe é dada essa opção. “Eu sou simplesmente e apenas uma pessoa.”

Pela sua aclamada performance no filme Catherine Birdy, Bella Ramsey teve uma nomeação no Critics’ Choice Movie Award para Melhor Jovem Artista. Esta foi uma nomeação numa categoria neutra que considerou “agradável”.

Darem-me um género não é algo que particularmente goste, mas em termos de pronomes, realmente não quero saber“, acrescentou Ramsey.

The Last of Us conta com Pedro Pascal como Joel, um contrabandista que perdeu a filha e é encarregado de escoltar Ellie (Ramsey) para fora de uma zona de quarentena durante uma pandemia zombie através de um deserto pós-apocalíptico.

Mantendo-se fiel à história original do jogo, Ellie é a única pessoa do mundo imune à infecção cerebral e é assim a chave para criar uma vacina para o vírus.

A série está a receber excelentes críticas e, entre os nove episódios da primeira temporada, contará com um focado nas suas personagens gay, Bill e Frank.

The Last of Us estreia na HBO MAX dia 15 de janeiro no Brasil e dia 16 de janeiro em Portugal.

Deixa uma resposta Cancel reply

Exit mobile version
%%footer%%