Resistimos

Escrevo este artigo no dia em que o Supremo Tribunal dos Estados Unidos da América revogou o direito ao aborto. Um direito que vigorava desde 1973 neste país e que, já fora da era Trump (será? Duvidem desta minha afirmação), se vê praticamente perdido numa grande porção de Estados americanos, colocando em risco a proteção,… Continue a ler Resistimos

O nosso corpo

Celebrar os nossos corpos pode ser uma forma de afirmação, de orgulho e de superação de uma fragilidade, seja ela intrínseca ou imposta. Contra a vergonha e o bullying os nossos corpos são assim também uma ferramenta de emancipação e de ativismo, porque aquilo que fazemos com eles a nós diz respeito e não são… Continue a ler O nosso corpo

Ocupar a convenção, perverter a tradição: uma crítica musical ao álbum OCUPAÇÃO de Fado Bicha

OCUPAÇÃO é o álbum de estreia de Fado Bicha, uma das bandas mais interessantes, polémicas e refrescantes do meio musical português atual. As artistas, Lila Fadista e João Caçador, explicam que o título tem um duplo sentido: “Por um lado, o projeto Fado Bicha simboliza a ocupação de um património ao qual as pessoas como… Continue a ler Ocupar a convenção, perverter a tradição: uma crítica musical ao álbum OCUPAÇÃO de Fado Bicha

A história de Karim, um homem gay de 24 anos que pediu asilo a Portugal

Esta é a história do Karim, um homem gay de 24 anos que pediu asilo a Portugal em junho de 2021. Eu chamo-me Karim, há muita gente que não conhece o meu país, é um país pequeno, no este de África. Estou em Portugal desde há cerca de um ano, acho que desde junho.  E… Continue a ler A história de Karim, um homem gay de 24 anos que pediu asilo a Portugal

Um surto de varíola dos macacos não justifica a homofobia

Um surto de varíola dos macacos em Portugal, com 14 casos atualmente confirmados, tem estado a ser acompanhado por especialistas. No entanto, tal não impediu o surgimento de declarações de teor estigmatizante e homofóbico por parte de Vitor Duque, presidente da Sociedade Portuguesa de Virologia. Ironicamente aconteceram um dia depois do Dia Mundial de Luta… Continue a ler Um surto de varíola dos macacos não justifica a homofobia

Como se constrói uma identidade sonora? Discussão sobre o vídeo musical SENTADINHA MACIA, Lia Clark

No trabalho artístico de pessoas queer brasileiras tenho-me deparado com um tema muito comum: os corpos sexualizados, de forma explícita, na ficção científica. Pode parecer que não é nada demais! Só que, culturalmente, a ficção científica ainda é um território heterossexual e normalizado, tanto por quem faz como pelo que representa. Precisamente por isto, nas… Continue a ler Como se constrói uma identidade sonora? Discussão sobre o vídeo musical SENTADINHA MACIA, Lia Clark

Saída do armário: as dificuldades da geração que viveu o Estado Novo e foi obrigada a passar escondida

A dissertação de mestrado intitulada “Coming Out e Envelhecimento Bem Sucedido em mulheres Lésbicas, homens Gays e mulheres e homensBissexuais com 55+ anos em Portugal: um estudo misto” teve o propósito de contribuir para o conhecimento sobre o processo de Coming Out [CO] nesta população, quer no domínio académico, quer no domínio público, revestindo-se de… Continue a ler Saída do armário: as dificuldades da geração que viveu o Estado Novo e foi obrigada a passar escondida

Como Kim Wexler se elevou a ícone feminista em Better Call Saul

Kim Wexler, a personagem protagonizada por Rhea Seehorn em Better Call Saul, tornou-se ao longo das temporadas do aclamado spin-off de Breaking Bad, um ícone de força e determinação. O interesse pelo desenrolar da sua história tem vindo a subir quando está prestes a estrear a derradeira temporada de Better Call Saul. Nela seguimos Jimmy… Continue a ler Como Kim Wexler se elevou a ícone feminista em Better Call Saul

Ou morre a Eve ou a Villanelle. Juntas e felizes é que não pode ser

(Avançar com cuidado – inclui mulheres e muitos spoilers)  Disclaimer: este texto está a ser escrito por uma mulher lésbica com opiniões. Se esta frase não vos faz sentido, voltem mais tarde.   Quem me conhece sabe que tenho um soft spot por mulheres loiras, complexas, cheias de personalidade, com histórias fodidas e a precisar de… Continue a ler Ou morre a Eve ou a Villanelle. Juntas e felizes é que não pode ser

Drag Race Espanha surpreendeu fãs e é hoje o melhor de todo o franchise

Drag Race Espanha já tinha conquistado os corações dos fãs de Drag na primeira temporada e o lipsynch final de Carmen Farala, vencedora dessa edição, e a sua gata debaixo da chuva ficaram para a história. Mas eis que chega a segunda temporada e tudo começa logo a todo o gás. O franchise de Drag… Continue a ler Drag Race Espanha surpreendeu fãs e é hoje o melhor de todo o franchise

Exit mobile version
%%footer%%