Daniel Carvalho: Quando A Luta Por Uma Vida Plena Passa Pela Transformação

Ainda no rescaldo da entrega dos Prémios Arco-Íris 2015, damos destaque a um dos seus vencedores: a Associação Feminista Capazes. Entre vários textos e entrevistas focados na temática LGBTQ, escolhemos a história de Daniel Carvalho. No ano passado a associação entrevistou o Daniel e este contou a história que o levou a procurar uma vida plena para além dos atributos físicos de género feminino com que nasceu. Assim o apresentam:

Nasceu há 22 anos e deram-lhe um nome: Cecília. Ele não percebia porque é que não lhe chamavam Daniel, porque é que não o viam. Aos dezoito sentou-se à frente de uma médica e disse-lhe: “Esta que está a ver não sou eu. Sou um homem. Ajude-me”.

A médica ajudou. Depois de 4 anos de tratamentos hormonais e uma mastectomia, já só lhe falta a operação final. Está à espera.

O momento mais feliz da vida do Daniel foi quando apareceu diante do pai, já homem, e este o abraçou apenas, dizendo que o amaria sempre. Tão simples. Daniel.

O primeiro homem a ser entrevistado na [então] Maria Capaz.

Vale, portanto, a pena ver:

Fonte: Capazes.

Anúncios