Saltar para o conteúdo
Anúncios

Música Com Q: 11 de Novembro

Na rubrica Música Com Q desta semana é impossível não começar com a nota de que Leonard Cohen, músico e poeta, faleceu hoje. Há um mês lançou You Want It Darker e declarou-se pronto para morrer. Assim agora foi.

E é na escuridão, ou talvez antes nos detalhes das sombras, que descobrimos hoje o álbum-surpresa de Gisela João, Nua. Em 2013 Gisela tinha surpreendido o público com o seu álbum de estreia homónimo e a sua irreverência nos palcos, deixando uma marca naquela que é a canção de excelência nacional, o Fado. A sua voz grave e rouca volta a fazer cantar a emoção do Amor e o seu desgosto, mas – tão bem ao estilo que conseguiu impor desde cedo – baralha e volta a baralhar, trazendo-nos uma versão do clássico de Amália e Carlos Paião quando a primeira explorou o seu lado mais pop: O Senhor Extraterrestre. E entre canções de folclore e de origem mexicana – a belíssima Llorona – encontramos também o primeiro avanço do álbum, Labirinto Ou Não Foi Nada. No vídeo que o acompanha podemos ver Deborah Kristal que procura o seu palco ao fundo de um túnel [imagem em cima, vídeo em baixo].

Hoje também foi dia de novo avanço da banda britânica The xx com On Hold, uma canção de electrónica minimalista e vozes sóbrias. Bebe, a espanhola activista feminista, lança hoje, com Juan Zelada, A Carcajadas, a primeira canção saída do projecto Tu Historia, Tu Canción. Sia e Kelly Clarkson lançaram igualmente hoje duas canções novas para a The Hamilton Mixtape, Satisfied e It’s Quiet Uptown, respectivamente.

E em modo de despedida – e antes do vídeo – a palavra que o acompanha:

Talvez houvesse uma flor aberta na tua mão

Podia ter sido Amor, mas foi apenas traição

É tão negro o labirinto que vai dar à tua rua

Ai de mim que nem pressinto a cor dos ombros da lua

Talvez houvesse a passagem de uma estrela no teu rosto

Era quase uma viagem, foi apenas um desgosto

É tão negro o labirinto que vai dar à tua rua

Só o fantasma do instinto na cinza do céu flutua

Tens agora a mão fechada, no rosto nenhum fulgor

Não foi nada, não foi nada, podia ter sido Amor

(David Mourão Ferreira)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: