Gillian Anderson revela como se distanciou do ódio de Margaret Thatcher para interpretá-la em ‘The Crown’

Para Gillian Anderson, interpretar Margaret Thatcher em The Crown, que estreia este domingo na Netflix, significa descartar a sua própria política.

Anderson faz a sua estreia na popular série The Crown como a “Dama de Ferro” e consegue criar “a estranha sensação” de simpatia pela líder mais divisiva do Reino Unido.

A atriz conversou com a revista Harper’s Bazaar sobre a transformação pela qual passou para o papel – tanto física quanto mentalmente. Além de usar um fato acolchoado e mudar a sua caminhada para se aproximar da figura de Thatcher, Anderson confessou ter que “chegar a um ponto em que não havia nada a ver com minhas opiniões sobre as suas políticas e ações“.

[O meu papel como Thatcher] é apenas sobre ela como ser humano e a sua motivação como política e como mãe.

Durante as filmagens de The Crown, criada pelo seu parceiro de quatro anos Peter Morgan, Gillian Anderson disse que se questionou pela razão de certas questões terem sido ignoradas – o poll tax ou o seu tratamento da Irlanda do Norte, por exemplo.

Mas para o bem da “sua sanidade e de Morgan – e, na verdade, para o benefício do relacionamento“, a dupla manteve “limites muito claros“, contou Anderson.

Fãs mostraram indecisão quanto ao trailer recente da quarta temporada de The Crown onde aparece pela primeira vez Gillian Anderson como Margaret Thatcher.

Defensora fervorosa dos direitos das pessoas LGBTI, Anderson em 2012 falou sobre a sua própria queerness: “Tive um relacionamento com uma rapariga por muito tempo quando estava no secundário”.

Thatcher em The Crown esteve em discussão no Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈

Thatcher, por outro lado, foi a arquiteta da Secção 28, a tão vilipendiada legislação que proibia a chamada “propaganda da homossexualidade” nas escolas britânicas.

Thatcher denunciou os direitos LGBTI num discurso infame na conferência do Partido Conservador de 1987: “As crianças precisam ser ensinadas a respeitar os valores morais tradicionais, mas estão a aprender que têm o direito inalienável de serem gays. Todas essas crianças estão a ser enganadas para um começo de vida sólido. Sim, traídas!

Em 2015, documentos revelaram que Thatcher tentou bloquear pessoalmente qualquer menção ao sexo anal na orientação pública durante a crise do VIH/SIDA, alegando que isso poderia prejudicar a “moral pública”.

A quarta temporada de The Crown será lançada na Netflix a 15 de novembro.

Fonte: PinkNews.

T5 | Ep.13 – Together Again: com EDUARDO LIMA – Especial Dia Mundial de Luta contra o VIH/SIDA Dar Voz a esQrever: Pluralidade, Diversidade e Inclusão LGBTI 🎙🏳️‍🌈

  1. T5 | Ep.13 – Together Again: com EDUARDO LIMA – Especial Dia Mundial de Luta contra o VIH/SIDA
  2. T5 | Ep.12 – Fever: Violência Contra Mulheres, Transfobia do Arquiteto, Veneno e Brasil
  3. T5 | Ep.11 – Extremis: Novas Lutas LGBTI na Europa e Portugal, VIH no Reino Unido, Gillian Anderson como Thatcher e… Dr. Cabeça de Geleia

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:

👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 SoundCloud 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Se não estivermos ainda disponíveis na vossa app favorita, podem subscrever via 👉 RSS.

A processar… ⏱
Sucesso! 🌈

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s