Lil Nas X lança ‘Montero (Call Me by Your Name)’ e liberta-se dos demónios do seu armário

Depois de se ter tornado no cantor-sensação de 2019, Lil Nas X lançou “Montero (Call Me by Your Name)”, cujo vídeo [abaixo] mostra um artista a libertar-se dos seus demónios com quem luta desde adolescente. Este é precisamente o ponto da canção e do vídeo que a acompanha, pois Lil Nas X, o artista por detrás de Montero Lamar Hill, escreveu uma mensagem emocional dirigida ao seu eu adolescente com apenas 14 anos a explicar porque quebrou a sua promessa e saiu do armário:

Caro Montero de 14 anos, escrevi uma música com o nosso nome nela. É sobre uma pessoa que conheci no verão passado. Eu sei que prometemos nunca sair do armário publicamente, sei que prometemos nunca ser “aquele” tipo de gay, sei que prometemos morrer com o segredo, mas isto abrirá portas para muitas outras pessoas queer por simplesmente existirem. Percebe como isto é muito assustador para mim, as pessoas ficarão com indignadas, dirão que estou a promover uma agenda. Mas a verdade é que estou. A promover a agenda das pessoas não se meterem na vida de outras pessoas e parar de ditar quem elas deveriam ser. Envio-te amor do futuro. – Lil Nas X

A canção e o vídeo de Montero (Call me by your name) estiveram em discussão no Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈

Com este lançamento, em que vemos Lil Nas X a envolver-se sexualmente com uma serpente, descer até ao inferno numa dança de varão fabulosa e, por fim, fazer uma lap dance ao próprio diabo, o cantor não só saiu do armário como lhe partiu as portas, não percam!


Ep.138 ESPECIAL: Opiniões sobre comunidade LGBTI+ com Cairo Braga, André Tecedeiro, Luísa Semedo e Pedro Carreira Dar Voz a esQrever: Notícias, Cultura e Opinião LGBTI 🎙🏳️‍🌈

Episódio ESPECIAL: Opiniões sobre comunidade LGBTI+ com Cairo Braga, André Tecedeiro, Luísa Semedo e Pedro Carreira. Cairo Braga tem neste episódio especial o duplo-papel de pessoa convidada e moderadora de uma conversa sobre a série de artigos de opinião que surgiram nos últimos dias sobre as identidades e vivências da comunidade LGBTI+… escritas quase na totalidade por homens heterossexuais, cisgénero, brancos e de meia idade. Para tal, juntam-se a Cairo o André Tecedeiro, a Luísa Semedo e o Pedro Carreira para uma conversa na primeira pessoa sobre este ataque, aproveitamento e obsessão que algumas pessoas comentaristas têm para falar da comunidades LGBTI+. A não perder! Artigos por pessoas LGBTI+ mencionados no episódio: A chave do armário e o orgulho da invisibilidade (por Luísa Semedo) De onde vem o que julga saber? Já conversou com pessoas trans e não-binárias? (por André Tecedeiro) O bullying dos opinion-makers (por Ana Aresta) Destransição: Dos mitos aos factos (por Pedro Carreira) Sigam e descubram o trabalho de: Cairo Braga André Tecedeiro Luísa Semedo Música por Fado Bicha: Fado Alice (com Alice Azevedo); Jingle por Hélder Baptista 🎧 Este Podcast faz parte do movimento #LGBTPodcasters 🏳️‍🌈 Para participarem e enviar perguntas que queiram ver respondidas no podcast contactem-nos via Twitter e Instagram (@esqrever) e para o e-mail geral@esqrever.com. E nudes já agora, prometemos responder a essas com prioridade máxima. Podem deixar-nos mensagens de voz utilizando o seguinte link, aproveitem para nos fazer questões, contar-nos experiências e histórias de embalar: https://anchor.fm/esqrever/message 🗣 – Até já unicórnios 🦄
  1. Ep.138 ESPECIAL: Opiniões sobre comunidade LGBTI+ com Cairo Braga, André Tecedeiro, Luísa Semedo e Pedro Carreira
  2. Ep.137 – Becoming All Alone: Homens Cisgenerais, Telescópio Homofóbico e Queer Lisboa 26
  3. Ep.136 – Break My Soul: Padre em apuros e Friends redimidos

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer