Janelle Monáe assume-se não-binária: “Sinto toda a minha energia”

Janelle Monáe assume-se não binária: “Sinto toda a minha energia”

Janelle Monáe, a celebrada artista nomeada nos Grammys, discutiu a sua identidade de género num novo episódio de Red Table Talk com Jada Pinkett Smith, Willow Smith e Adrienne Banfield-Norris e assumiu-se não-binária.

Eu não sou binária, simplesmente não me vejo apenas como uma mulher“, disse Monáe no programa. “Sinto toda a minha energia. Sinto que Deus é muito maior do que o “ele” ou a “ela”. E se pertenço a Deus, eu sou tudo. Eu sou tudo. Mas sempre, sempre estarei com as mulheres. Sempre estarei com mulheres negras. Mas apenas vejo tudo o que sou – além do binário.”

Representante de Janelle Monáe confirmou que a cantora e compositora usa pronomes ela/dela.

Quando vejo as pessoas, vejo a sua energia primeiro“, continuou Janelle no programa. “Não vejo como tu te identificas. E sinto que isso me permite apaixonar por qualquer espírito bonito.”

Willow Smith perguntou o que a levo a assumir-se não-binária publicamente, ao que Janelle respondeu:

Alguém disse: ‘Se não resolvermos as coisas que precisamos resolver primeiro antes de partilhar com o mundo, então estaremos a resolver com o mundo’“, explicou. “Isso é o que eu não queria fazer. Então pensei que precisava ter todas as minhas respostas corretas. Eu não quero dizer a coisa errada, e também não tive as conversas necessárias com minha família. Eu não estava pronta para que a minha família questionasse a minha vida pessoal.”

Conversas com família

Janelle Monáe admitiu que levou algum tempo para discutir sua a identidade de género e sexualidade com a sua mãe, dado que ela vem de uma família profundamente religiosa. Mas por fim teve a coragem de falar sua verdade.

O que significa ir contra toda a sua família? … Eu fiquei: ‘Sabes, se ela não me ama, então não me ligue a pedir dinheiro’”, disse. “‘Não receberá meu dinheiro LGBTQIA+.’

E se a sua mãe tinha muitas questões sobre o tema, já o seu pai “foi ótimo” nessas conversas.

Eu precisava falar com o meu pai, que era ótimo. A minha irmã já sabia, porque estive tanto em relacionamentos monogâmicos como poliamorosos”, explicou. “Mas eu sabia que não poderia ser Little Pumpkin, não poderia ser a pequena Janelle” quando tivesse essas conversas.

Eu sei quem eu sou“, acrescentou Janelle Monáe. “Tenho vivido uma versão de algumas partes de mim própria, mas agora sou dona de mim mesma. Tive que ser dona de mim mesma para poder falar abertamente sobre isso.

Numa entrevista à Rolling Stone de 2018, Monáe disse que originalmente se identificava como bissexual, antes de aprender sobre a sua pansexualidade.


O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Deixa uma resposta