A Vida De Adèle (E Emma)

La Vie D’Adèle (A Vida De Adéle ou ainda Blue Is The Warmest Color) foi o meu filme preferido de 2013 e conta a história da descoberta da sexualidade de Adèle que acaba por se apaixonar pela mais velha e experiente Emma.

É um filme de uma emoção tremenda e a recepção que teve por parte da crítica mundial foi unânime nos seus louvores. Uma história extremamente sentimental, em que o espectador vê toda a emoção que as protagonistas vivem de perto, bem de perto, ao ponto de acreditarmos que as podemos tocar.

O filme foca, com extrema sinceridade, as várias fases de um relação entre duas mulheres, Adèle e Emma, com curiosidade, paixão, desencantamento, dor e distância. Para além do trabalho impecável de realização por parte de Abdellatif Kechiche o grande destaque cabe a ambas as personagens principais, dadas à vida pela novata Adèle Exarchopoulos e pela já conhecida Léa Seydoux.

A relação é homossexual mas os sentimentos são universais e não devem haver muitos filmes em que estes são tão bem representados no grande ecrã como nesta grande obra do cinema, imperdível. Por todos.

Deixo por fim o trailer:

Anúncios