Livros Infantis E A Questão LGBT

books6_5159_635x

Umas das melhores ferramentas para se conhecer uma realidade, seja ela LGBT seja outra qualquer, é a exposição. Quantos monstros de sete cabeças desaparecem no instante em que alguém conhece um exemplo real e, assim, se apercebe que nada era tão complicado como, por desconhecimento, poderia imaginar?  É também por isto que quanto mais cedo alguém se familiarizar com a sociedade, as pessoas e a sua variedade, menos confusão lhe fará no futuro. Também porque os livros são uma das melhores ferramentas pedagógicas que os pais, familiares e professores podem dar a uma criança, escreveram-se livros onde é apresentada a realidade LGBT. Estes livros, ao abordarem a temática às crianças da mesma forma como se explora tantos outros temas, com a mesma naturalidade de forma a elas compreenderem desde cedo que é apenas mais uma faceta de normalidade, tornam-se extremamente importantes para o desenvolvimento social da criança que os lê. Alguns exemplos:

Em cima está a capa do livro infantil Las Cosas Que Le Gustan A Fran, nele Carlota, a criança protagonista, fala da sua mãe e do seu suposto namorado, Fran. Trata-se de uma história cheia de poesia e humor, que mostra como os valores, os gostos pressupostos inicialmente permanecem válidos quando por fim se descobre que Fran é diminutivo de Francisca. Livro escrito por Berta Piñan e ilustrado por Antonia Santolaya.

books4_5441_635x

La Princesa Li é um livro que conta a história do Rei Wan Tan que pretende casar a sua filha, a Princesa Li, com um jovem da corte. Mas a princesa na realidade ama uma rapariga de uma terra distante. É uma fábula sobre a igualdade disfarçada de conto tradicional, contada em duas línguas, Castelhano e Inglês, é uma narração do amor onde a condição dos seus protagonistas supera a tradição.

books5_3788_635xEl Vestido De Mamá, começa com o pensamento Quando eu uso o vestido da minha mãe observo-me em todos os espelhos da casa. Faço caretas e falo como se fosse outra pessoa. É muito engraçado! É este o ponto de partida da história criada pelo artista plástico uruguaio Dani Umpi. É uma interessante reflexão sobre como alguém apresenta os seus gostos aos outros, como enfrenta a rejeição e como vai aprender sobre si mesmo.

Em Portugal não há ainda grande oferta de livros infantis que abordem o tema LGBT mas há uns anos a ILGA lançou dois livros semelhantes aos aqui apresentados, De Onde Venho? e Por Quem Me Apaixonarei? São livros cujas histórias e respectivas ilustrações retratam, de uma forma simples, a diversidade afectivo-sexual, promovendo assim a igualdade, o respeito pela diversidade e a convivência cidadã desde a infância. São livros inclusivos, para todas as famílias – esta edição é afinal mais um passo na nossa luta pelo direito à indiferença.

capas_livros_infantisEstes dois livros estão à venda na Livraria Barata e no Centro LGBT por €10, poderão ler o artigo do Jornal Público sobre a edição dos mesmos aqui (pdf).

Nota Extra:

Foi-nos partilhado por um leitor do blogue a seguinte informação sobre mais um livro infantil nacional que toca a temática LGBT:

Também existe o maravilhoso e terno “Primeiro cresci no coração”, o livro que ganhou o concurso de livros infantis e editado pela ILGA Portugal (pode ser adquirido mediante um donativo no Centro LGBT, na Rua dos Fanqueiros, 40) e há mais ideias aqui.

primeiro cresci no coraçãoObrigado pela partilha!

Fonte.

Nota: O Nuno foi, mais uma vez, um editor e uma ajuda <3 .

Ep.138 ESPECIAL: Opiniões sobre comunidade LGBTI+ com Cairo Braga, André Tecedeiro, Luísa Semedo e Pedro Carreira Dar Voz a esQrever: Notícias, Cultura e Opinião LGBTI 🎙🏳️‍🌈

Episódio ESPECIAL: Opiniões sobre comunidade LGBTI+ com Cairo Braga, André Tecedeiro, Luísa Semedo e Pedro Carreira. Cairo Braga tem neste episódio especial o duplo-papel de pessoa convidada e moderadora de uma conversa sobre a série de artigos de opinião que surgiram nos últimos dias sobre as identidades e vivências da comunidade LGBTI+… escritas quase na totalidade por homens heterossexuais, cisgénero, brancos e de meia idade. Para tal, juntam-se a Cairo o André Tecedeiro, a Luísa Semedo e o Pedro Carreira para uma conversa na primeira pessoa sobre este ataque, aproveitamento e obsessão que algumas pessoas comentaristas têm para falar da comunidades LGBTI+. A não perder! Artigos por pessoas LGBTI+ mencionados no episódio: A chave do armário e o orgulho da invisibilidade (por Luísa Semedo) De onde vem o que julga saber? Já conversou com pessoas trans e não-binárias? (por André Tecedeiro) O bullying dos opinion-makers (por Ana Aresta) Destransição: Dos mitos aos factos (por Pedro Carreira) Sigam e descubram o trabalho de: Cairo Braga André Tecedeiro Luísa Semedo Música por Fado Bicha: Fado Alice (com Alice Azevedo); Jingle por Hélder Baptista 🎧 Este Podcast faz parte do movimento #LGBTPodcasters 🏳️‍🌈 Para participarem e enviar perguntas que queiram ver respondidas no podcast contactem-nos via Twitter e Instagram (@esqrever) e para o e-mail geral@esqrever.com. E nudes já agora, prometemos responder a essas com prioridade máxima. Podem deixar-nos mensagens de voz utilizando o seguinte link, aproveitem para nos fazer questões, contar-nos experiências e histórias de embalar: https://anchor.fm/esqrever/message 🗣 – Até já unicórnios 🦄
  1. Ep.138 ESPECIAL: Opiniões sobre comunidade LGBTI+ com Cairo Braga, André Tecedeiro, Luísa Semedo e Pedro Carreira
  2. Ep.137 – Becoming All Alone: Homens Cisgenerais, Telescópio Homofóbico e Queer Lisboa 26
  3. Ep.136 – Break My Soul: Padre em apuros e Friends redimidos

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

2 comentários

Deixa uma resposta