Documentário: “Do I Sound Gay?”

Após a separação com o namorado, o jornalista David Thorpe embarcou numa jornada hilariante e comovente de auto-descoberta, confrontando a sua ansiedade sobre “soar gay. Recrutando treinadores de actuação, linguistas, amigos, família, estranhos e celebridades, ele rapidamente aprendeu que muitas pessoas — gays e heteros —  desejam ter uma voz diferente. Na estreia de Thorpe como realizador com o documentário “Do I Sound Gay?”, o que começa como uma jornada pessoal torna-se numa oportunidade para aprofundar as várias camadas culturais relativas à sexualidade, identidade e autoestima.

Numa busca que passa por preconceitos interiorizados e por uma homofobia enraizada, ambos alimentados por uma sociedade machista, David tenta chegar com este documentário à origem de tais receios que nos moldam e nos fazem temer quem somos.

Do_I_Sound_Gay_Official_Poster_JPosters

Thorpe escreveu um artigo de opinião para o New York Times, onde diz:

Decidi fazer um filme sobre o estereótipo da voz “gay” e as minhas próprias angústias em torno do “soar gay” (eu sou gay e por vezes preocupo-me que a minha voz me denuncie antes de eu  estar pronto para me assumir como tal). Entrevistei anónimos na rua para o filme porque, como descobri, a origem de “vozes gays” em homens intriga as pessoas de todas as origens, independentemente da sua orientação sexual. (E posteriormente fiquei intrigado com a intriga). Ninguém sabe ao certo por que razão algumas pessoas soam estereotipadamente gay e outras não. Este filme documentário explora uma das teorias proeminentes.

O documentário teve a sua estreia dia 10 de Julho em Nova Iorque e fará depois as rondas nos festivais, televisão e online, vejam o trailer de seguida:

Fonte: Do I Sound Gay? e Towleroad.

Anúncios