Família Sofre ‘Bullying’ Homofóbico (viral)

Não é segredo nenhum que os comentários online são um dos refúgios favoritos dos comentadores, mais ou menos anónimos, espalharem o seu ódio. Esta semana a família Henderson-Strong, participando na campanha “Love Has No Labels” – onde se promove o Amor como ponto fulcral de uma família – sofreram o ataque de inúmeros bullies homofóbicos.

Na fotografia (acima) podemos ver o casal Jason e Anthony com o seu filho Marcelino e a expressão “O Amor Não Tem Género“. Entre vários comentários de apoio e felicitações, podiam-se ler mensagens como:

  • As crianças adoptadas por famílias como esta crescem confusas e as pessoas podem gozar com elas.
  • Não entendo por que não tiveram antes uma filha. O pobre rapaz não terá a escolha de ser quem realmente é, vai crescer a pensar que estar com outro homem é OK.

Na semana que se aproxima – determinante para a alteração da lei portuguesa que impede a adopção plena por casais do mesmo sexo – é importante entender que, tal como os comentários acima dizem, a única confusão que estas crianças irão ter é a razão do gozo que pessoas homofóbicas como as referidas lhes lançam. E, sim, a criança poderá crescer e concluir que estar numa relação baseada no amor com outro homem é, definitivamente, OK.

Em Portugal este tipo de comentários não diferem muitos dos norte-americanos. Aguardamos, portanto, a discussão da semana que vem, dentro e fora da Assembleia da República

Fontes: Pink News e Instagram.

Anúncios