Absolutamente Fabulosas: O Filme (está a chegar)

Absolutamente Fabulosas, a série da BBC criada pela Jennifer Saunders e pela Dawn French irá regressar este ano em formato de filme. Esta foi uma das séries que mais me marcou a adolescência quando passava na Britcom da RTP2 Sábados à noite (sim, as minhas noites de Sábado eram muito animadas… com a minha mãe ao lado. Um fartote de rir apesar da imagem <3).

Lançada em 1992, a série – baseada num sketch das autoras num programa em conjunto anterior – conta com Jennifer e a excelente Joanna Lumley e nela podemos ver as amigas de infância Edina e Patsy. A primeira uma RP obcecada com a moda, a juventude eterna e a perda de peso; a segunda uma editora de revistas que basicamente vive às custas de Edina e que não come nada desde os anos 1970s. Se juntarmos a isto uma filha ‘certinha’, uma mãe rebelde e uma secretária tresloucada fica criada uma mistura deliciosa.

Mais do que uma simples série de humor, Absolutamente Fabulosas tornou-se uma série de culto, em especial entre a população LGBTQ, dado que conseguia desconstruir os maiores clichés associados a preconceitos sociais da altura (e que muitos ainda perduram). Desde a obsessão pela beleza eterna, o divórcio pelo marido ser homossexual, passando pelo casamento interracial da filha que deu fruto a um filho negro e, claro está,  o sonho de ter um filho gay – sempre ausente em Nova Iorque – absolutamente fabuloso (qual a desilusão de Edina quando descobre que afinal o filho é um gay ‘enfadonho’!).

24 anos depois da estreia, o humor acutilante de Saunders continua mais actual que nunca e não deixa de ser notável que esta é uma das poucas séries de humor em que é a mulher o centro da acção, à frente e atrás das câmaras. Com inúmeros cameos durante as temporadas (Naomi Campbell, Debbie Harry ou Stella McCartney, entre muitos outros), é uma obra a que vale sempre a pena regressar. O filme já está aí à espreita:

 

Actualização 28/04/2016:

E depois do teaser anterior, eis que surge o primeiro trailer em que, aparentemente, a Edina mata a… Kate Moss! Vejam:

Anúncios