André Silva: “É agora importante que os processos sejam avaliados sem preconceitos” (adopção)

Partilhamos hoje mais um depoimento na rubrica “Escrever A Adopção“, onde desafiámos alguns deputados e deputadas a partilharem a sua experiência e motivação quando, na linha da frente pela defesa da igualdade em Portugal na questão da adopção por casais do mesmo sexo, trabalharam para a conquista dos direitos destas famílias.

O Deputado André Silva, do estreante PAN (Pessoas Animais e Natureza), desde cedo marcou posição nas questões da igualdade e, em particular, da temática LGBT. Assim nos escreveu:

Ao propor e aprovar a proposta de eliminação da discriminação no acesso à adopção por casais do mesmo sexo, sabíamos que estaríamos a contribuir para uma mudança pela positiva na vida de imensas pessoas. Foi um momento histórico e um orgulho enorme para o partido e também para mim, claro. Tal como referi no discurso de reapreciação do diploma depois do veto do Presidente da República, o PAN tem consciência de que a discriminação vive, de facto, à velocidade da luz, e é nosso dever garantir que a eliminamos da lei, para que, e em simultâneo, seja também eliminada do nosso dia a dia.

 

No caso da adopção, é agora importante que os processos sejam avaliados sem preconceitos por parte das/os profissionais da área.

 

Continuaremos este trabalho em estreita cooperação com as associações e grupos de cidadãs/ãos que temos vindo a ouvir, até porque, e falando de discriminações em matéria de parentalidade, o acesso às técnicas de Procriação Medicamente Assistida por parte de mulheres solteiras e casais de mulheres continua por garantir.

Obrigado ao Deputado André Silva pela sua contribuição 🙂

Outras palavras do “Escrever A Adopção”:

 

Nota: Obrigado ao Filipe pelo lançamento do desafio.

Fonte: TSF (imagem).

 

Anúncios