O Amor (Inclusivo) de Beyoncé

Apenas há uma semana Beyoncé anunciou um novo projecto a ser exibido na cadeia de televisão norte-americana HBO. E este Sábado, em lugar do que se pensava ser mais um filme documental sobre a vida da cantora, estreou, nesse mesmo canal, o álbum da cantora e no final ficou imediatamente disponível a versão audio na plataforma de streaming Tidal, do seu marido Jay Z, e um dia depois no iTunes.

LEMONADE, uma obra cinematográfica de 65 minutos, entretanto totalmente aclamada pela crítica e um sucesso instantâneo de vendas, acompanha a história de uma mulher traída. Num formato novamente revolucionário de apresentação de um álbum, cada canção vai espelhando cada passo do processo de luto, dor, desespero, apatia e finalmente, redenção. Essa mulher pode ser Beyoncé, e os tablóides estão delirantes com estas alegadas confirmações de um adultério de Jay Z, ou possivelmente qualquer outra pessoa que tenha experimentado a mesma dilaceração amorosa. Num testemunho tão inequivocamente pessoal a mensagem é totalmente universal.

LEMONADE__Explicit__TIDAL 2

No culminar do disco, na belíssima balada de aceitação tingida em tons soul, ‘All Night’, essa universalidade do Amor estende-se a todas as suas formas, inclusivamente na comunidade LGBT. No meio de tantos outros casais em demonstrações de afecto, surgem casais homossexuais. Sem aparato nem acrescido protagonismo em relação aos demais. Existindo, simplesmente. E a minúcia deste gesto, numa artista com o alcance gargantuano de Beyoncé, tem repercussões colossais. Aquela criança a crescer num estado do interior e a sentir na pele que não pode expressar quem é, irá aprender da maior cantora do Mundo que não só não tem de esconder quem é mas sim ver na diferença uma celebração.

LEMONADE__Explicit__TIDAL_1

LEMONADE disponível em streaming no Tidal e para download no iTunes.

Anúncios