O Futuro de Stonewall

Foi ainda esta semana que se falou de Obama e do seu contributo pela comunidade LGBT, mas eis que surge uma nova confirmação do legado que pretende deixar. O próximo dia 9 de Maio, depois de uma apreciação favorável do National Park Service – a identidade que identifica monumentos nacionais e que na liderança de Sally Jewell se propôs a assinalar marco da história LGBT – pode ver o presidente incumbente dos Estados Unidos da América a anunciar o primeiro monumental nacional gay.

Trata-se do famoso (e infame) The Stonewall Inn, um bar em Nova-Iorque que em 1969 foi palco de um protesto que é considerado o momento inaugural da luta pelos direitos LGBT nos Estados Unidos. Esta reivindicação surgiu numa altura em que a polícia nova-iorquina fazia rusgas frequentemente e sem qualquer fundamento a locais onde eram normal juntarem-se pessoas LGBT, totalmente marginalizadas pela sociedade da altura. O protesto durou seis dias e tornou desde essa altura um local de peregrinação de todas as pessoas LGBT que visitam aquela que é, indiscutivelmente, a cidade mais vibrante do Mundo.

Situado numa intersecção da famosa Christopher Street, recheada de bares e discotecas gay, o The Stonewall Inn quase que pode passar despercebido aos mais desatentos que se passeiam pela igualmente ultra “gay-friendly” West Village. Mas quando se vislumbra o sinal neon vermelho na montra, e que não mudou desde essa altura, sente-se imediatamente a História daqueles que vieram antes de nós. Numa altura em que “ACTIVISMO” é uma palavra proibida e antiquada para a maioria dos jovens, é importante recordar estes eventos marcantes e homenagear os que trilharam o caminho para que consigamos hoje viver num Mundo mais justo e tolerante.

IMG_3041

Anúncios