Itália Aprova Uniões Civis Entre Pessoas Do Mesmo Sexo

O Parlamento italiano aprovou hoje as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo. Após meses de polémicas e manifestações que se opuseram à alteração da lei, o Governo liderado pelo Primeiro Ministro Matteo Renzi conseguiu levar a votação na Câmara de Deputados o projecto de lei, sendo que a mesma foi hoje de 369 contra 193, garantindo assim que as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo serão, por fim, legalizadas em Itália.

A aprovação formal das uniões civis é esperada ainda nesta Quarta-Feira, mas esta é vista como uma mera formalidade, o voto de confiança foi o obstáculo crucial.

Depois de muitos atrasos, o projecto de lei das uniões civis foi revestido a fim de assegurar o apoio necessário dos vários partidos. No entanto, a cláusula que permitiria pessoas do mesmo sexo o acesso à adopção foi descartada.

Antes da votação, o Primeiro Ministro italiano escreveu no Facebook:

Hoje é um dia de celebração para muitas pessoas. Para aquelas que se sentem finalmente reconhecido. Para aquelas que vêem, depois de anos de luta,  ser-lhes devolvidos os direitos. Para aquelas que nesta noite tiveram dificuldades em dormir. Para aquelas que, há dias nos escrevem perguntando quando poderão comemorar.

 

Hoje é um dia de celebração para muitas pessoas. Nestas horas decisivas agarro no meu coração o pensamento e a memória de Alessia [Ballini; política e activista que faleceu vítima de cancro] . E isso basta-me. Porque as leis são feitas para as pessoas, não para as ideologias. Para quem ama, não para quem proclama.

 

Escrevemos mais uma página importante da Itália que queremos. Fazemos isto, porque não eram possíveis novos atrasos, após anos de tentativas fracassadas. Fazemos isto com humildade e coragem. Mas fazemos isto agora, porque já não é possível continuar a adiar tudo em Itália.

Até este dia – e na semana em que a ILGA-Europe apresentou o seu relatório do Mapa Arco-Íris – a Itália era a última grande potência europeia ocidental que não reconhecia qualquer união legal entre pessoas do mesmo sexo. Assim sendo, Itália tornar-se-á no 27° país a europeu à reconhecer na lei os casais de pessoa do mesmo sexo. Um pequeno passo de cada vez, o casamento igualitário nunca esteve tão perto naquele país.

Actualização 12/05/2016

A espelhar o sentimento sobre este meio-passo, publicamos a opinião de Miguel Vale de Almeida:

Fontes: BBC e NBC (imagem).

Nota: Obrigado ao António pela dica 🙂

 

 

Anúncios