Saltar para o conteúdo
Anúncios

Estudo conclui não haver transmissão do VIH quando parceiro seropositivo é devidamente medicado

hiv gay estudo prevenção

Inovadoras novas pesquisas revelaram que homens gays ou bissexuais em tratamento eficaz contra o VIH não apresentam risco de transmitir o vírus através de sexo sem preservativo.

Os resultados do estudo “PARTNER 2” mostraram que não houve casos de transmissão do VIH em 76.000 atos sexuais entre homens em que a pessoa seropositiva tinha uma carga viral indetetável como resultado do tratamento.

A pesquisa – revelada na Conferência Internacional em Amsterdão – baseia-se no estudo anterior “PARTNER 1” de 2014 que indicava que pessoas com carga viral indetetável não podem transmitir o VIH. Esta pesquisa de 2014 incluiu homens que fazem sexo com homens, mas os pesquisadores disseram que o “PARTNER 2” foi realizado “para garantir que esse resultado fosse pelo menos tão certo para homens gays quanto para heterossexuais”.

Estes resultados confirmam a ideia amplamente apoiada por grupos ativistas em que “Indetetável = Não Transmissível” para homens que fazem sexo com outros homens.

Este estudo realizado em 14 países concluiu que não há casos em que o VIH foi transmitido entre casais do mesmo sexo, onde o parceiro seropositivo tinha uma carga viral inferior a 200 cópias por mililitro. O estudo conclui assim que o risco de uma pessoa seropositiva com carga viral indetetável transmitir o VIH é “cientificamente equivalente a zero“.

hiv-prep-2 esqrever portugal

Os resultados também se baseiam num outro estudo publicado no início deste julho – chamado “Opposites Attract” (Opostos Atraem-se) – que concluiu que não houve casos de transmissão do VIH quando o parceiro seropositivo estava em tratamento efetivo em mais de 12.000 atos de sexo anal sem preservativo.

Quando combinadas, tanto os estudos “PARTNER” quanto o “Opposites Attract”, as pesquisas significam que o tratamento efetivo do VIH assegurou que não há casos de transmissão do vírus em cerca de 126.000 atos de sexuais entre homens.

Sobre os resultados do estudo “PARTNER 2”, Michael Brady, diretor médico da Terrence Higgins Trust, comentou:

Estamos muito satisfeitos com os resultados do “PARTNER2” e confirmamos o que já sabíamos: que as pessoas vivendo com VIH em tratamento eficaz não podem passar o vírus para seus parceiros sexuais.

Os dois estudos (PARTNER1 e PARTNER2) provam isso cientificamente e serão tão poderosos para ajudar a combater o estigma e os mitos que ainda cercam o VIH.

O mais importante agora é garantir que continuemos compartilhando esta mensagem e educar as pessoas o mais longe possível para ajudar a melhorar a vida das pessoas que vivem com o VIH em todo o mundo.

VIH SIDA estudo saúde

FonteLife4Me+.

Anúncios

1 Comentário »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: