Saltar para o conteúdo
Anúncios

Anthony Bleu: “Secret Affair é um apelo à liberdade de amar!”

anthony bleu secret affair pop music portugal lgbti gay

Anthony Bleu é um jovem artista de Vila Nova de Gaia que lançou recentemente o seu primeiro trabalho discográfico, o single Secret Affair. Numa canção que sabe mesmo a verão, com uma melodia trabalhada que apetece redescobrir noite fora, Anthony mostra-nos no vídeo que não tem nada a esconder e que o seu amor é também a sua liberdade.

Para além do valor artístico é impossível dissociarmos a importância que a visibilidade destes temas tem nas população LGBTI e não só. Bastará lembrar as contribuições de Nøun ou Tiago Braga para dar voz às nossas histórias, na primeira pessoa. Por tudo isto, e sem secretismos, falámos com o Anthony sobre a sua nova e orgulhosa aventura que traz a inspiração de nomes tão distintos como Miley Cyrus ou Tom Waits. Vamos conhecê-lo?

O que representa para ti este Secret Affair?
Eu vejo este Secret Affair como um apelo à liberdade de amar. Trata da adrenalina que é ter algo que nos é proibido, neste caso, um amor, e de todas as aventuras que surgem dele. Quase como a história de Romeu e Julieta.

Embora a canção fale em relações secretas, a verdade é que o Orgulho e a visibilidade reinam no vídeo que a acompanha, conta-nos um pouco como surgiu a ideia para o vídeo?
Eu gosto de surpreender. Muitas pessoas disseram-me que o vídeo as surpreendeu pela narrativa. A minha intenção era criar esse contraste entre a música e o vídeo. Embora a música fale de uma relação secreta optei visualmente por representar o oposto. Sempre tive a minha idea do vídeo bem delineada e presente enquanto criava a música. Para o vídeo eu queria algo que representasse algumas das aventuras que mencionei. Baseei-me em experiências pessoais para a recriação de vários momentos no vídeo e a partir daí eu e os MLN Studios desenvolvemos as ideias.

anthony bleu secret affair pop music portugal lgbti gay couple.jpeg

Em Portugal, ainda que de forma lenta, temos vindo por fim a encontrar artistas que se declaram orgulhosamente LGBTI ou Queer, seguindo os passos de artistas internacionais como Troye Sivan, por exemplo. Quais as tuas influências, as tuas musas?
São exatamente artistas como o Troye Sivan que me inspiraram de certa forma a tornar-me um artista abertamente LGBTI. Devido também à falta de representatividade LGBTI na indústria musical.
Tudo o que eu ouço influencia-me e eu tenho uma biblioteca de música muito variada, num minuto estou a ouvir música dos anos 70 e no a seguir estou a ouvir música atual.
As minhas musas são principalmente a Miley Cyrus e a Lana Del Rey, porém não posso deixar de mencionar alguns artistas como o Elvis, o Roy Orbison e o Tom Waits. Sempre me identifiquei com as personalidades destes artistas, com as suas sonoridades e letras. Não têm medo de mostrar quem são e vê-se que as letras são reais, não são palavras vazias. São sem dúvida uma inspiração para mim.

E planos para o futuro, algum traço delineado? Onde te podem encontrar os e as fãs?
Neste momento estou focado na minha música, adoro escrever e compor e não consigo parar de o fazer. Podem esperar muita música nos próximos tempos, isso é uma certeza! Relativamente ao teatro tenho alguns trabalhos em princípio já planeados para a essa área já para o próximo ano.

Poderão escutar Secret Affair nas vossas plataformas favoritas aqui e, claro, não deixem de ver o vídeo de seguida:

anthony bleu secret affair pop music portugal lgbti gay single cover.jpeg

Capa do single Secret Affair

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: