Petição contra conferência neonazi ultrapassa as 5.000 assinaturas

Não podemos aceitar que esta conferência neonazi aconteça sem uma reação da parte de quem queira defender a nossa democracia e a liberdade que com ela conquistámos!

A petição contra a conferência neonazi do dia 10 de agosto em Lisboa ultrapassou já as 5.000 assinaturas num protesto que pretende “a proibição desta conferência e de qualquer evento neonazi no território português.

Endereçada ao Presidente da Assembleia da República, ao Presidente do Tribunal Constitucional, à Ministra da Justiça, aos Grupos Parlamentares da Assembleia da República e às Direções Partidárias, a petição relembra que a “reunião de organizações de extrema-direita da Europa, algumas assumidamente de ideologia fascista e neonazi, motivou a convocatória de uma manifestação de protesto para o mesmo dia e local por uma frente de organizações nacionais e internacionais.

É também solicitado aos partidos políticos que “tomem uma posição clara perante esta violação da nossa Constituição, história e memória.
É também pedida a mobilização de todos as pessoas, partidos, sindicatos, movimentos e organizações para que “no dia 10 de agosto de 2019 o povo português deixe uma mensagem clara aos neonazis europeus.” É também solicitado aos partidos políticos que “tomem uma posição clara perante esta violação da nossa Constituição, história e memória.

Num país que viveu um regime ditatorial e que conta na sua Constituição o artigo 46, alíneas 1 e 4, que explicita a proibição de organizações racistas ou que perfilhem a ideologia fascista, ou ainda que promovem a violência, é difícil perceber que este tipo de eventos possa acontecer”, sublinha o manifesto. 

A presença e atuação de grupos terroristas e neonazis como a Blood and Honour, Hammerskin ou ainda a Nova Ordem Social já foram assinalados pela Europol e o SIS.” Relembram ainda as entidades assinantes que “aceitar a normalização deste discurso de ódio e dos ataques dos quais estes grupos são autores, permitindo a sua livre atuação e comprometendo assim a segurança das pessoas.

A petição e seu manifesto foram assinados pelas seguintes entidades e grupos:

Nacionais (28) : 

A.Desassociada; A Habita! – Associação pelo Direito à Habitação e à Cidade; Assembleia Feminista de Lisboa; Assembleia Feminista de Coimbra; Ativismo em Foco; Brigadas Alcindo Monteiro; Coordenadora Antifascista Portugal; Esquerda Revolucionaria – A Centelha; FIBRA – Frente de Imigrantes Brasileiros Antifascistas; FlashBack – Observatório Antifascista; Frente Unitária Antifascista; Men Talks; Mina/suspension; Movimento Alternativa Socialista; Núcleo Antifascista de Braga; Núcleo Antifascista da Feira; Núcleo Antifascista do Porto; Plataforma Antifascista de Coimbra; Por Todas Nós – Movimento Feminista; Portogay; Queers Tropical; SOS Racismo; STOP Despejo; STOP Suicídio; STCC – Sindicato dos Trabalhadores Call-Center; UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta; Unir Povos; Tropicaustica. 

Internacionais (37): 

Action Antifasciste Liégeoise; ADAF – Ação Direta Antifascista ( Rio de Janeiro , Brasil ); Alternative Internacional Movement – FR e secções internacionais; As Ameixas da Ría ( Ação direta feminista e lgbtqi de Vigo, Galiza ); Antialienação Global; Antifa Bulgária; Antifa Internacional; Antifa Kids-Club Rote Strolche; Antifa Network – Europe; Antifa Portland; Antifa Squads; Apologia – banda hardcore proletária da Galiza; Coletivo Ação Direta São Paulo; Coletivo Coringão Antifa; Coletivo Tricolor Antifa (Brasil); Coordenadora Antifascista Vigo-Pontevedra; CSA a Cova Dos Ratos; Dywizjon 161 (Reino-Unido); L.S. Faísca ( Galiza ); Eugene Antifa; Força Online Interativa Comunista Especial- Projeto FOICE; Genève Multiculturelle – Genève Antifasciste; Grémio Antifascista (RS – Brasil); IWW – Industrial Workers of the World; Jeune Garde Montréal; Jovens Pela Democracia – São Paulo (Brasil); Movimento Antifa MT (Mato Grosso – Brasil); Movimento Coralinas, Pernambuco (BR); MTST – Movimento dos Trabalhadores sem Teto; Plataforma Antifascista ( Brasil ); PCB – Partido Comunista Brasileiro; Portuguesa Antifascista ( São Paulo – Brasil); RASH CE (Ceará); Revolutionary Front – England; Rose City Antifa; Sare Antifaxista ( Euskal Herria – País Basco); SHARP Montréal.

Lê na íntegra e assina a petição aqui.


A processar… ⏱
Sucesso! 🌈
Anúncios

2 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s