Uma vacina contra o VIH pode estar disponível em 2021, dizem especialistas

Margaret Heckler, antiga Secretária da Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos da América, disse em 1984: “esperamos ter uma vacina pronta para testes em cerca de dois anos” e acrescentou: “esta é mais uma doença terrível que está prestes a ceder à paciência, persistência e genialidade absoluta.” Estas palavras encorajaram uma população que acreditou na altura que uma vacina contra o VIH pudesse estar disponível para uso antes do final da década de 1980. Essa previsão, no entanto, extendeu-se por mais de 30 anos… e continua… Ainda assim, há hoje um novo otimismo de que a chegada lendária de uma vacina real contra o VIH possa acontecer em 2021.

Esta nova esperança surge agora, porque existem atualmente três ensaios clínicos em humanos em estágio final de pessoas candidatas a vacinas contra o VIH. E são mais três do que em 1984, quando cientistas tinham acabado de identificar o vírus da imunodeficiência humana (VIH) como a causa do síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA). Depois de décadas de decepções, o mundo vira-se hoje para os três ensaios clínicos chamados HVTN 702, Imbokodo e Mosaico.

Os ensaios decorrerão na África do Sul, onde vivem pelo menos 7.700.000 pessoas com o VIH. Já estão inscritas 5.400 adultas seronegativas entre os 18 e os 35 anos. Serão seguidas durante 24 a 36 meses para determinar se desenvolvem novas infecções por VIH após a inscrição. Participantes receberão uma série de injeções intramusculares da vacina ou de um placebo que é basicamente apenas água salgada. O ensaio deve terminar em julho de 2021.

Todos esses desafios significam que devemos “esperar para ver” o que realmente acontece com estes três ensaios antes de fazer previsões ousadas sobre 2021. Mas a verdade é que o mundo nunca esteve tão perto de uma vacina real contra o VIH. Portanto, há realmente razões para otimismo e esperança. O VIH é um difícil inimigo, mas se surgir uma vacina que ofereça pelo menos 50% de proteção contra a infecção, 2021 pode ser um ano verdadeiramente lendário.

Atualização 4 de fevereiro de 2020:

Foi interrompido o teste HVTN 702 a mais de 5.000 pessoas na África do Sul, pois foi descoberto que não previniu o VIH. Especialistas expressaram “profunda deceção”, mas acrescentaram que a busca por uma vacina preventiva contra o VIH deve continuar. As vacinas testadas não contêm VIH e, portanto, não representam perigo às pessoas testadas.

O Dr. Anthony Fauci explicou que “uma vacina contra o VIH é essencial para acabar com a pandemia global e esperávamos que esse candidato a vacina funcionasse. Infelizmente, isso não aconteceu“. No entanto, deixou claro que a pesquisa irá continuar noutras “abordagens para uma vacina segura e eficaz contra o VIH“, que acredita ser ainda possível.

Já Linda-Gail Bekker, da International AIDS Society, disse: “Embora este seja um revés significativo para o campo, precisamos continuar a busca por uma vacina preventiva“. Ainda há esperança de que outras vacinas contra o HIV em desenvolvimento possam funcionar.


A vacina contra o VIH esteve em discussão no Podcast Dar Voz A esQrever, oiçam:

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:

👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 SoundCloud 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Se não estivermos ainda disponíveis na vossa app favorita, podem subscrever via 👉 RSS.

Fonte: Forbes.


A processar… ⏱
Sucesso! 🌈

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s