Novos Casos de Infecção por VIH voltam a descer em Portugal

Poucos dias antes do Dia Mundial da Luta contra SIDA – hoje, dia 1 de Dezembro – a Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) apresentaram o relatório “Infeção VIH e SIDA em Portugal – 2020”. E traz boas notícias com o número de novos casos de infeção por VIH a voltar a descer no ano de 2019, ainda sem influência da pandemia do COVID-19. Entre 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2019 foram diagnosticados 778 novos casos de infeção por VIH, menos 331 casos do que no ano de 2018.

Também de destacar é a diminuição da percentagem de diagnósticos tardios, que passou de 54,4% em 2018 para agora 49,7%, um dos pontos mais vitais no tratamento apropriado para pessoas com VIH. A mediana das idades à data do diagnóstico foi de 38 anos, sendo que 24,2% dos novos casos foram relativos a homens com 50 ou mais anos de idade. A maioria (69,3%) dos novos casos de infeção por VIH registaram-se exatamente em homens (2,3 casos por cada caso comunicado em mulheres).

O relatório diz também que a maioria dos novos diagnósticos em homens (56,7%) aconteceu em Homens que têm Sexo com Homens (HSH), terminologia novamente desadequada e estigmatizante de um grupo e não de comportamentos de risco. Também é de salientar que os homens gay e bissexuais são normalmente os grupos que mais recorrem a testes sistemáticos de VIH e IST, sendo naturalmente também assim uma maior incidência de novos diagnósticos.

O Dia Mundia de Luta Contra o VIH/SIDA esteve em destaque no Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈

Novamente o relatório disponibiliza muito pouca informação sobre os números relativos à profilaxia pré-exposição, (PrEP), uma estratégia que tem vindo a ser responsável por uma diminuição de novos casos de infecção a nível mundial. Portugal só recentemente saiu da primeira fase do Programa de Acesso Precoce (PAP), muito limitativo no acesso à medicação anti-retroviral profilática que impossibilita a contração do vírus.

Preocupante continua a ser a centralização dos novos diagnósticos, com 50,4% dos indivíduos testados a residir na Área Metropolitana de Lisboa, indicando que a disponibilização de testes rápidos auto-administrados em todas as farmácias do país, e não só em alguns centros comunitários, deveria ser prática comum de prevenção e de diagnóstico precoce. Uma campanha da DGS em parceira com a ONUSIDA terá novamente lugar na noite de 30 de Dezembro com dez municípios portugueses a iluminarem alguns dos seus edifícios e monumentos de vermelho em sinal do combate contra a epidemia do VIH/SIDA, uma iniciativa parte das Cidades na via rápida para acabar com a epidemia de VIH.

Fonte: DGS

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:

👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 SoundCloud 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Se não estivermos ainda disponíveis na vossa app favorita, podem subscrever via 👉 RSS.

A processar… ⏱
Sucesso! 🌈

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s