DocLisboa: “Tiempos de Deseo” e “Playback. Ensayo de una despedida” em destaque

Doclisboa – Festival Internacional de Cinema iniciou a sua actividade em 2002. O Festival pretende questionar o presente do cinema, em diálogo com o seu passado e assumindo o cinema como um modo de liberdade.

A 18ª edição do Doclisboa vai apresentar a sua última semana de programação online com “Eu vim de longe“, que se referencia à canção de José Mário Branco. Entre 25 e 31 de março, o programa traz um conjunto de 7 sessões que se inscrevem na perseverança e resistência às adversidades que os atravessam, disponíveis em online.doclisboa.org e em território português.

Eis alguns destaques:

Tiempos de Deseo“, da realizadora Raquel Marques, em estreia mundial, acompanha o desejo de Bea de ser mãe sem parceira, a transformação materna, do corpo e da casa, numa mudança que tanto desencadeia medo, solidão e anseios como abre espaço para refletir sobre o valor da família, do amor, da amizade e de todos os desejos que extravasam os limites da intimidade. O filme passa com “Letter From a Filmmaker to His Daughter“, de Eric Pauwels.


Numa sessão conjunta de 4 curtas-metragens, apresenta-se ainda “Playback“, de Agustina Comedi, uma carta de despedida que é também um manifesto de amizade a “La Delpi”, a única sobrevivente de um grupo de mulheres transgénero e drag queens que começaram a morrer de SIDA no final dos anos 1980, em Córdoba, onde o Grupo Kalas serviu-se de vestidos improvisados e playbacks como armas e trincheiras para resistir naquela realidade católica e conservadora.

Garante aqui o teu bilhete: bit.ly/3cU9iJw
Ou opta pelo passe para teres acesso a todos os filmes e conteúdos extra do programa! bit.ly/3r7l88c

Além das sete sessões, haverá diariamente um debate com as pessoas realizadoras de cada sessão que ficará disponível no respectivo “Bonus Content”.

Descobre toda a programação em doclisboa.org


Ep.130 – Crónica do maxo discreto: Rescaldo da Eurovisão, Mapa Arco-Íris da Europa e Papa Francisco volta a lançar areia para os olhos Dar Voz a esQrever: Notícias, Cultura e Opinião LGBTI 🎙🏳️‍🌈

O centésimo vigésimo oitavo episódio do Podcast Dar Voz A esQrever 🎙️🏳️‍🌈 é apresentado por nós, Pedro Carreira e Nuno Gonçalves. Depois de fazermos um pequeno rescaldo da Eurovisão, falamos sobre o Mapa Arco-Íris da Europa realizado pela ILGA Europe e onde Portugal caiu na sua posição face a 2021. Depois continuamos a falar sobre Lisboa e Algarve que terão duas unidades de saúde especializadas para pessoas trans e em como o Papa Francisco volta a lançar areia para os olhos. Ainda há espaço para recomendações televisivas do Doctor Who, Yellowjackets e no cinema de What Lies Beneath. Não percam! Para participarem e enviar perguntas que queiram ver respondidas no podcast contactem-nos via Twitter e Instagram (@esqrever) e para o e-mail geral@esqrever.com. E nudes já agora, prometemos responder a essas com prioridade máxima. Podem deixar-nos mensagens de voz utilizando o seguinte link, aproveitem para nos fazer questões, contar-nos experiências e histórias de embalar: https://anchor.fm/esqrever/message 🗣 – Até já unicórnios 🦄 Música de Fado Bicha; Jingle por Hélder Baptista 🎧 Este Podcast faz parte do movimento #LGBTPodcasters 🏳️‍🌈
  1. Ep.130 – Crónica do maxo discreto: Rescaldo da Eurovisão, Mapa Arco-Íris da Europa e Papa Francisco volta a lançar areia para os olhos
  2. Ep.129 – Stefania (COM SARA RAQUEL): Eurovisão 2022!?!!!
  3. Ep.128 – Vai Tudo Passar Amanhã: Psicologia do Coming Out, Harry Styles e Queer Baiting

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

One comment

Deixa uma resposta