Queer Açores: ciclo de cinema queer norte-americano aterra na Ribeira Grande

O Festival Queer Lisboa continua a expandir-se e a levar o cinema a mais pontos do país. Desta vez, o olhar aponta para São Miguel nos Açores e acontecerá de 17 a 20 de março e com base no Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas e no cinema no Teatro Ribeiragrandense.

Sob o nome “Queer Açores – ciclo de cinema queer norte-americano”, e com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos da América e a colaboração da Mostra Imprópria, o programa inclui dois documentários que fizeram parte do 25º Aniversário do festival, um debate, uma conversa, duas longas-metragens do realizador norte-americano Gus Van Sant -nome chave na configuração do new queer cinema-, a exibição do clássico lésbico “The Watermelon Woman“, e um impressionante documentário sobre a incontornável figura de Andy Warhol.

Calendário completo de filmes e actividades:

Quinta-feira, 17 março, 18h30 (Arquipélago – centro de artes contemporâneas)

Cured (EUA, 2020, 80’), de Patrick Sammon, Bennett Singer + Debate sobre saúde mental e comunidade LGBTQI+, com a participação de Joana Amen, psicóloga clínica do (A)MAR – Açores pela Diversidade, e Mariana Bettencourt, psiquiatra no Hospital Divino Espirito Santo.

Sexta-feira, 18 março, 18h30 (Arquipélago – centro de artes contemporâneas)

Apresentação do Ciclo de Cinema Queer Norte-Americano: The Watermelon Woman (EUA, 1996, 90’), de Cheryl Dunye

Sexta-feira, 18 março, 21h30 (Arquipélago – centro de artes contemporâneas)

Mala Noche (EUA, 1985, 78’), de Gus Van Sant

Sábado, 19 março, 18h30 (Arquipélago – centro de artes contemporâneas)

Wojnarowicz: F**k You F*ggot F**ker (EUA, 2020, 105’), de Chris McKim + Conversa gravada online com Chris McKim e Wendy Olsoff

Sábado, 19 março, 21h30 (Arquipélago – centro de artes contemporâneas)

My Own Private Idaho (EUA, 1991, 104’), de Gus Van Sant
 

Domingo, 20 março, 15h00 (Teatro Ribeiragrandense)

Andy Warhol: A Documentary Film (Episode 1: Raggedy Andy, EUA, 2006, 120’), de Ric Burns

Domingo, 20 março, 18h00 (Teatro Ribeiragrandense)

Andy Warhol: A Documentary Film (Episode 2: Drella, EUA, 2006, 120’), de Ric Burns

Ingressos: 3€ / Pack 2 bilhetes: 5€
Sessões do Teatro Ribeiragrandense: entrada gratuita.

A esQrever é parceira media do Queer Lisboa.


Ep.134 – Shedding: Pride em Portugal, Ameaça em Oslo e (Mais) Transfobia no Desporto Dar Voz a esQrever: Notícias, Cultura e Opinião LGBTI 🎙🏳️‍🌈

O centésimo trigésimo QUARTO episódio do Podcast Dar Voz A esQrever 🎙️🏳️‍🌈 é apresentado por nós, Pedro Carreira e Nuno Gonçalves. Falamos da celebração que foi a Marcha do Orgulho de Porto, e da polémica que houve com a Iniciativa Liberal e também o Arraial Lisboa Pride, em jeito de recap. Falamos do atentado grotesto em Oslo e também de mais discriminação de pessoas trans no desporto. Depois ainda temos tempo de Dar Voz A… jo~ao. Para participarem e enviar perguntas que queiram ver respondidas no podcast contactem-nos via Twitter e Instagram (@esqrever) e para o e-mail geral@esqrever.com. E nudes já agora, prometemos responder a essas com prioridade máxima. Podem deixar-nos mensagens de voz utilizando o seguinte link, aproveitem para nos fazer questões, contar-nos experiências e histórias de embalar: https://anchor.fm/esqrever/message 🗣 – Até já unicórnios 🦄 Música de jo~ao; Jingle por Hélder Baptista 🎧 Este Podcast faz parte do movimento #LGBTPodcasters 🏳️‍🌈
  1. Ep.134 – Shedding: Pride em Portugal, Ameaça em Oslo e (Mais) Transfobia no Desporto
  2. Ep.133 – Sozinha: Marchas do Orgulho em Lisboa e Porto, Arraial Pride e o "Nosso" Corpo
  3. Ep.132 – Legendary: Pink Washing, Outings e Dead Naming

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

Exit mobile version
%%footer%%