A Complementariedade Entre Sexos De D. Manuel Clemente

Entrevistado pela SIC a poucos dias de ser feito cardeal, Dom Manuel Clemente, Patriarca de Lisboa, diz ter dificuldade em acreditar que o filho de um casal homossexual apreenda o valor da complementaridade entre sexos. O Patriarca diz também não concordar com uma abertura do sacerdócio à mulher, mas entende que a mulher deve ser chamada aos mais altos cargos de gestão na Santa Sé.

Ora,

Alguém me explica o que tem a ver complementaridade entre sexos com o assunto? Para dirigente de uma instituição que insiste em relegar as mulheres a um papel inferior não só dentro da própria instituição igreja como em toda a sociedade, está-me a parecer que Manuel Clemente está longe de poder dar lições sobre a complementaridade entre sexos a alguém. – Jorge Soares in O Que É O Jantar.

Dificilmente poderia dizer melhor e parece-me que este tipo de leituras por parte de alguns líderes religiosos só me convencem que o maior inimigo da Família é a própria Igreja. É uma instituição que nega o valor de famílias monoparentais e homoparentais, é uma instituição que minora o papel da mulher no seu seio e no seu núcleo de decisão, espelhando tudo isso numa sociedade sexista e homofóbica que se esconde por trás de alegados interesses espirituais. Manuel Clemente não passa de uma farsa que fala do que desconhece. Voto de silêncio é a sua única salvação. Amén.

Anúncios