Galeria: As Fotografias Dos Santuários ‘Vintage’ LGBT

Com o progresso e a visibilidade que, finalmente, as pessoas LGBT têm tido na sociedade nos últimos anos é fácil esquecermo-nos que essas pessoas já antes existiam. Existiam e viviam. Temos apresentados vários tópicos sobre o tema vintage (aqui, por exemplo) e hoje apresentamo-vos mais uma selecção de fotografias coleccionadas dos norte-americanos ONE National Gay & Lesbian Archives nas Bibliotecas USC.

Com a necessidade intrínseca de se expressarem, estes norte-americanos podiam fazê-lo sem o receio do preconceito e da perseguição em santuários onde o amor e a identidade podiam ser expressos sem qualquer receio. Aqui ficam alguns exemplos desse tempo, algumas delas com detalhes curiosos associados à época:

  • Cabine De Fotos

A cabine de fotos tem sido um refúgio onde as pessoas LGBT podem expressar afeição sem filtros.

The Photo Booth 2 LGBT

The Photo Booth 3 LGBT

  • A Praia

A praia é também, historicamente, um santuário para as pessoas LGBT que procuram aquelas em que podem estar sem compromisso.

praia 2 LGBT

praia 3 vintage lbgt

  • A Cerimónia de Casamento

Muito antes de licenças de casamento poderem ser emitidas para casamentos do mesmo sexo, casais realizavam cerimónias de casamento para afirmar o seu compromisso e o amor um pelo outro.

A fotografia seguinte é de uma dessas cerimónias de casamento na Filadélfia, por volta de 1957. As fotografias desse dia foram parte de um conjunto que foi considerado inadequado pela loja local  que nunca as devolveu ao cliente.

casamento LGBT gay vintage

  • Forças Armadas

Apesar da prática militar proibir as pessoas LGBT de entrar nas forças armadas, um grande número de pessoas LGBT serviu os Estados Unidos da América.

O grande ajuntamento de homens e mulheres em ambiente homossexual significava que pessoas LGBT podiam-se encontrar uns aos outros num número nunca antes possível para eles. Após a Segunda Guerra Mundial, muitas pessoas LGBT, membros do serviço militar, mantiveram-se em grandes cidades portuárias, formando comunidades robustas e dando, assim, início ao movimento moderno dos direitos das pessoas LGBT.

militar 1 LGBT gay vintage militar 2 LGBT vintage

  • O Bar Gay

Carolyn Weathers, activista, escritora e editora escreve:

“Os bares Maybelle e Bee estava fora dos limites da cidade de San Antonio, Texas e eram, assim, mais difíceis de regular para a polícia, xerife, polícia militar e agentes de controle de bebidas. Portanto, pudemos dançar lá. Não é que estivessemos a fazer nada ilegal. Em 1963, nós mesmos éramos ilegais.”

gay bar vintage lgbt

  • O Drag Show

Quando o activista José Julio Sarria foi preso sob a acusação de falta de moral, ele decidiu “ser o mais famoso imitador ou homossexual ou fadas ou qualquer outra coisa você queira chamar-me.” As suas performances teatrais em drag ridicularizaram a polícia que o assediaram.

Depois concorreu para o lugar de um supervisor numa cidade em 1961, tornando-se a primeira pessoa, abertamente LGBT, a concorrer para um cargo do governo dos Estados Unidos da América.

the drag show vintage lgbt

Poderão ver muitas mais fotografias vintage na fonte.

Anúncios