Carluz Belo lança “Passos No Escuro”, um tributo às vítimas de homofobia, cujas histórias de amor ficaram por viver

Passaram 4 anos desde que falámos com Carluz Belo e os primeiros passos da sua carreira musical. Neste final de 2021, e após o lançamento do álbum Menino da Praia em 2020, o artista nascido em Vila de Fão avançou com o último single e faixa que encerra o álbum: Passos no Escuro.

Esta é uma canção que pretende ser uma “oração da Memória LGBTI+, um Hino ao Amor e contra a homofobia“, onde possamos “caminharmos sem rede, seguirmos os nossos instintos, paixões e desejos“. Porque, recorda Carluz Belo, ainda “é preciso coragem sempre que dois rapazes dão a mão ou se beijam nas ruas da sua vila ou cidade“.

Com o videoclipe que pode ser visto abaixo, o músico pretende “prestar tributo às vítimas de crimes homofóbicos, cujas histórias de amor ficaram por viver“, pois “é preciso cuidar destas feridas no nosso imaginário coletivo“. A criação do vídeo foi assim “forma de dar corpo e visibilidade a uma dessas possíveis histórias, retratando o surgimento do afeto romântico entre dois rapazes“.

Vale a pena ver e escutar Passos No Escuro:


Ep.144 – Chicken Teriyaki: Club Q, Propaganda Russa e Qatar Dar Voz a esQrever: Notícias, Cultura e Opinião LGBTI 🎙🏳️‍🌈

O centésimo QUADRAGÉSIMO QUARTO episódio do Podcast Dar Voz A esQrever 🎙️🏳️‍🌈 é apresentado por nós, Pedro Carreira e Nuno Gonçalves. Retomámos o tema dos perfis em branco no Grindr português antes de falar dos assuntos da semana: o atentando terrorista e assassinato de pessoas queer no Club Q no Colorado, da lei aprovada no Parlamento russo que descrimina ainda mais as pessoas LGBTI e todo o sururu que tem vindo a ser este flop de Mundial de Futebol no Qatar. No final acabamos por Dar Voz A… Drag Race UK e a uma nova rainha coroada. E quem de facto merecia a coroa. Artigos mencionados no episódio: Vítimas do atentado ao Club Q identificadas e suspeito enfrenta acusações de crime de ódio Parlamento russo aprova lei que proíbe “propaganda LGBT” entre pessoas adultas Qatar 2022: Confiscados chapéus arco-íris do País de Gales Qatar 2022: Alex Scott, comentadora e antiga jogadora profissional, usa braçadeira “One Love” durante cobertura da BBC Qatar 2022: Inglaterra pondera recuar no uso da braçadeira One Love após FIFA ameaçar com cartão amarelo Música por Rosalía, Jingle por Hélder Baptista 🎧 Este Podcast faz parte do movimento #LGBTPodcasters 🏳️‍🌈 Para participarem e enviar perguntas que queiram ver respondidas no podcast contactem-nos via Twitter e Instagram (@esqrever) e para o e-mail geral@esqrever.com. E nudes já agora, prometemos responder a essas com prioridade máxima. Podem deixar-nos mensagens de voz utilizando o seguinte link, aproveitem para nos fazer questões, contar-nos experiências e histórias de embalar: https://anchor.fm/esqrever/message 🗣 – Até já unicórnios 🦄
  1. Ep.144 – Chicken Teriyaki: Club Q, Propaganda Russa e Qatar
  2. Ep.143 – Ding Dong: Gais en Barcelona, Trixie & Katya e Dia da Memória Trans
  3. Ep.142 – ESPECIAL AO VIVO PODES: Economia Gay, Qatar e a importância dos Podcasts nas comunidades minoritárias

O Podcast Dar Voz A esQrever 🎙🏳️‍🌈 está disponível nas seguintes plataformas:
👉 Spotify 👉 Apple Podcasts 👉 Google Podcasts 👉 Pocket Casts 👉 Anchor 👉 RadioPublic 👉 Overcast 👉 Breaker 👉 Podcast Addict 👉 PodBean 👉 Castbox 👉 Deezer

3 comentários

  1. Há também a questão do “Armário que abre e o cara não desce”! O homem paquera outro homem, mas não evolui para namoro! Teve um cara que me paquerou mesmo sendo noivo de mulher, passados nove anos, nos encontramos em elevador de shopping, ele com filho poderia pela regra da educação me cumprimentado, já que eles entraram no elevador e eu nele estava. Mas o comum hábito de me paquerar com olhar fixo, como se diz, ele fez!

Deixa uma resposta