Melanie C: as Spice Girls defendiam o ‘Girl Power’ tanto quanto o ‘Gay Power’

Melanie C: as Spice Girls defendiam o 'Girl Power' tanto quanto o 'Gay Power'
Melanie C para a revista Attitude.

Melanie Chisholm, mais conhecida como Melanie C ou simplesmente Sporty Spice, explicou que as Spice Girls defendiam o ‘Girl Power’ tanto quanto o ‘Gay Power’. O momento aconteceu durante o seu discurso nos prémios da revista Attitude, onde a artista britânica ganhou um prémio honorário.

As Spice Girls eram sobre abraçar a nossa própria individualidade”, disse a cantora e compositora. “Toda a gente foi convidada para o nosso grupo. Não era apenas “Girl Power,” também era “Gay Power”!

Além disso, a popular artista falou no seu discurso como se opõe ao Qatar sediar o Campeonato do Mundo devido às leis homofóbicas do país e nas quais as pessoas LGBTQ+ podem ser perseguidas e mortas sob a Lei da Sharia.

Podem dizer que estão lá para fazer mudanças, que o futebol pode fazer essas mudanças, mas é uma parvoíce! É sobre o dinheiro“, rematou.

No seu livro de memórias Who I Am, Melanie C também aborda a questão dos rumores sobre a sua orientação sexual quando estava nas Spice Girls:

Sobre os rumores lésbicos (que ainda adoram perguntar-me): Eu não tive nenhum problema com as pessoas pensarem que eu era gay. Não é da conta de ninguém quem é gay ou não gay, ou que é bissexual, pansexual, assexual, heterossexual e assim por diante. Se fosse gay, e daí? Não é uma coisa negativa, é uma coisa brilhante. Claro, cortei o meu cabelo curto, tinha tatuagens, era musculada, ignifica que sou gay? Por que há um estereótipo? Eu acho que o que tem sido maravilhoso, com todas as conversas recentes sobre género, é que as pessoas agora estão a questionar, por que anexamos a cor rosa a raparigas, por que os rapazes brincam com caminhões e assim por diante. O que significa ‘butch’ e ‘feminino’? As nossas ideias em torno do género são tão baseadas em ideias antiquadas e herdadas do passado. Mas esses velhos estereótipos estão desatualizados e errados.

Melanie C explicou ainda que todas as Spice Girls estiveram sempre cientes do apoio da comunidade LGBTQI+ à banda: “Nunca tomamos isso como garantido. Na altura, era muito evidente que tínhamos muitos jovens fãs gays, incluindo alguns que não tinham saído do armário ou entendido completamente quem eram“. Afinal de contas, ‘Girl Power’ foi mesmo o mote para a inclusão na década de 1990.

A última vez que todas as Spice Girls estiveram reunidas foi em 2020 numa caminhada na floresta. “Há ramificações — vou ver a Emma, a Geri — mas todas as cinco é raro vermo-nos”, explica Melanie. No entanto, elas mantêm contacto no iMessage. “Somos tão velhas que nem tem nome!”, ri-se.

Deixa uma resposta