Polónia: Marcha do Orgulho LGBT atacada por hooligans

A primeira Marcha do Orgulho LGBT na Polónia foi realizada em Bialystok neste sábado, mas a mesma foi marcada pela violência de hooligans de futebol e ativistas conservadores que organizaram contra-protestos.

Cerca de 800 pessoas que se manifestavam pelos direitos LGBT marcharam pela cidade com bandeiras arco-íris e faixas com slogans como “o amor não é um pecado“.

Mas hooligans de futebol vestindo fardas ultra-nacionalistas lançaram pedras, fogo de artifício e garrafas contra manifestantes e a polícia que protegia a manifestação.

Organizações católicas e nacionalistas organizaram cerca de 40 contra-manifestações diferentes em Bialystok no sábado, incluindo um piquenique organizado por um político local. Noutro contra-evento, centenas de pessoas rezaram em frente à catedral enquanto a marcha percorria a cidade.

Os direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transgénero tornaram-se uma das principais questões nas próximas eleições neste outono no devoto país católico. A decisão de permitir uma Marcha do Orgulho LGBT em Bialystok foi altamente contestada por grupos religiosos locais.

A homossexualidade é um tema frequente de debate público na Polónia, cujo líder do partido conservador, Jaroslaw Kaczynski, condenou os direitos das pessoas LGBT como uma “ameaça” em abril.

No início deste mês, um grupo de campanha polaco disse que cerca de 30 comunidades, incluindo aldeias e assembleias regionais, declararam-se nos últimos meses “livres da ideologia LGBT”.

Fonte: France24.


A processar… ⏱
Sucesso! 🌈
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s