Galeria: “Stonewall”, Motins, Filme E Polémica

O trailer do filme Stonewall, de Roland Emmerich, foi relevado na semana passada e desde logo lançou a polémica por vários grupos LGBT. Contando a história dos chamados “Motins de Stonewall” que ocorreram em Nova Iorque a 28 de Junho de 1969 e que se tornaram num marco da evolução social e respeito pelas pessoas LGBT. Nesse dia, e pela primeira vez na história ocidental, um grupo significativo de pessoas se juntou para combater o abuso que recebiam da polícia pelo simples facto de serem LGBT.  Stonewall surge do nome de um bar em que os motins começaram em Manhattan.

Emmerich é acusado de fazer uma limpeza hollywoodesca à história com o protagonista principal – Danny protagonizado por Jeremy Irvine –  sendo fictício e minorando igualmente o peso de mulheres, negros, trangénero e travestis da história real. Aliás, num dos momentos emblemáticos do filme, Danny atira o primeiro tijolo que dá início ao movimento quando, na realidade e como reza a lenda, foi Sylvia Riviera quem lançou, sim, o primeiro salto-alto.

A polémica instalou-se de tal forma que o realizador viu-se obrigado a dar uma explicação:

Teremos que aguardar pelo lançamento oficial do filme a 25 de Setembro para comprovarmos se as palavras de Emmerich se confirmam e se a liberdade artística não se desvia em demasia dos importantes acontecimentos que conta o filme e se respeita devidamente os seus protagonistas. Até lá poderão ver uma paródia feita ao trailer:

Por fim, e mais importante que tudo isto, importa recordar os dias dos motins e aqueles que pela primeira vez se juntaram e lutaram contra a perseguição e os abusos que ainda eram tidos como normais contra a população LGBT nos anos 1960s e que, assim, deram o primeiro passo para a emancipação de todos nós. Vejam a galeria e não percam alguns comentários na primeira pessoa de quem por ali passou e nos defendeu a todos com unhas e dentes (e saltos-altos!).

Fotografias por Bettye Lane, Fred W. McDarrah e outros.

Fontes: Mic, Vintage Everyday, Wikipédia e IMDb.

Advertisements